EUA diz ter desmantelado ‘fazenda de robôs’ russa na rede X

Funcionários americanos confiscaram dois domínios de internet e investigaram 968 perfis de redes sociais

EUA diz ter desmantelado ‘fazenda de robôs’ russa na rede X

Tela de computador. Foto: Unsplash

Os Estados Unidos desmantelaram uma campanha russa de desinformação que envolvia “bots” (robôs virtuais) potencializados com inteligência artificial (IA) para criar perfis falsos na rede social X, informou o Departamento de Justiça nesta terça-feira (9).

Funcionários americanos confiscaram dois domínios de internet e investigaram 968 perfis de redes sociais que agentes russos supostamente utilizaram para criar uma “fazenda de robôs” de IA e distribuir desinformação nos Estados Unidos e em outros países, segundo a pasta.

“A fazenda de ‘bots’ utilizou elementos de inteligência artificial para criar perfis fictícios nas redes sociais, que frequentemente se passavam por indivíduos nos Estados Unidos, que os operadores depois utilizaram para promover mensagens em apoio dos objetivos do governo russo”, acrescentou.

Christopher Wray, diretor do FBI, a polícia federal americana, disse que é a primeira vez que os Estados Unidos desarticulam “uma fazenda de ‘bots’ de redes sociais potencializada com IA generativa e patrocinada pela Rússia”.

Segundo o Departamento de Justiça, a campanha foi desenvolvida por um editor de alto escalão da RT, um canal de notícias russo financiado pelo Kremlin, e com a ajuda de um funcionário do Serviço Federal de Segurança da Federação da Rússia (FSB, na sigla em russo).

Funcionários americanos alertam sobre os esforços de países estrangeiros, entre eles a Rússia, para interferir nas eleições presidenciais de novembro.

Além disso, especialistas do setor de tecnologia expressam preocupação pela integridade de eleições cruciais em todo o mundo que poderiam ser ameaçadas pelos avanços vertiginosos de ferramentas como a inteligência artificial.

O Departamento de Justiça americano acrescentou que a fazenda de robôs difundiu diversas narrativas falsas na rede X, como uma que afirma que partes de Ucrânia, Polônia e Lituânia foram entregues a esses países como “presentes” por parte das forças libertadoras russas durante a Segunda Guerra Mundial.