Franquia ‘Assassin's Creed’ celebra 14 anos

Acompanhe cinco jogos que contribuíram com o sucesso da franquia

por Alfredo Carvalho sex, 12/11/2021 - 19:24
Divulgação/Ubisoft Divulgação/Ubisoft

 Uma das franquias mais populares da indústria dos videogames e também um dos maiores sucessos da publicadora de jogos francesa Ubisoft completará 14 anos amanhã (13). Em 13 de novembro de 2007 era lançado o primeiro “Assassin's Creed”, para PC, Playstation 3 e Xbox 360, que introduziu a eterna batalha entre os Assassinos e os Templários.  

A princípio, o game seria um reboot da famosa franquia “Prince of Persia”, mas, a ideia foi descartada e a Ubisoft decidiu criar um novo jogo.

Quando chegou ao público, “Assassin's Creed” foi bastante elogiado pela sua história e gameplay, no entanto, recebeu muitas críticas devido ao seu sistema de missões secundárias, que com o passar do tempo, se tornavam repetitivas e enjoativas.

Apesar das críticas, “Assassin's Creed” caiu no gosto dos jogadores e seu sucesso garantiu continuações que o consolidaram como franquia. Atualmente, a saga já conta com 12 jogos principais, diversos spin-offs, um longa-metragem, livros, histórias em quadrinhos e pequenos curtas animados, que complementam a história dos Assassinos.

Para comemorar o aniversário de “Assassin's Creed”, a equipe do LeiaJá selecionou cinco jogos marcantes da franquia, que de alguma maneira, contribuíram para o seu sucesso:

“Assassin's Creed II” (2009): A Ubisoft aproveitou todas as críticas negativas que o primeiro game recebeu e fez o seu dever de casa na continuação da saga. “Assassin’s Creed II” é o favorito para muitos fãs da franquia, já que o sistema de missões secundárias foi revisto e ficou bem mais dinâmico, além de apresentar belos cenários ambientados na Itália renascentista, e introduzir o carismático protagonista Ezio Auditore, lembrado pelos jogadores até hoje.

“Assassin's Creed: Brotherhood” (2010): Sequência direta de “Assassin’s Creed II”, o jogador assume novamente o controle do Assassino Ezio Auditore, desta vez na missão de reconstruir Roma, vitimada pela corrupção de seu governo. O título traz tudo o que já tinha em seu antecessor, mas com otimizações em sua jogabilidade. A novidade fica por conta da estreia do modo multiplayer online, que trazia ainda mais longevidade para o game.

“Assassin's Creed IV: Black Flag” (2013): Embora possua o número quatro no título, “Black Flag” é o sexto jogo da série “Assassin’s Creed” e consolida uma nova fase da franquia, que não teve uma entrada muito bem vista no capítulo anterior “Assassin's Creed III” (2012). Apesar de se distanciar muito da proposta inicial da saga, “Black Flag” se apresenta como um excelente jogo de pirata, com direito a comandar uma tripulação, controlar um navio e participar de batalhas navais. Junto a “Assassin’s Creed II”, ele está entre os favoritos dos fãs.

“Assassin's Creed Rogue” (2014): Um dos jogos que mais mereciam atenção por parte dos fãs, mas que teve sua visibilidade ofuscada, uma vez que seu lançamento foi tratado de maneira secundária pela Ubisoft. “Rogue” foi lançado no mesmo dia que “Assassin's Creed: Unity”, principal lançamento da marca em 2014 e visava ser a despedida da saga na 7ª geração de consoles. Na época, os olhos dos fãs estavam voltados para “Unity”, o que fez “Rogue” passar desapercebido por muitos jogadores. Porem, o título traz ideias originais nunca exploradas na série, entre elas, o fato do protagonista Shay Patrick Cormac ser um assassino que se torna Templário e a introdução do conceito de que nenhum dos lados estão totalmente certos ou errados. 

“Assassin's Creed Origins” (2017): Após o lançamento não muito satisfatório de “Assassin's Creed Syndicate” (2015), a Ubisoft percebeu que precisaria pensar o próximo título da série com mais cuidado. Por conta disso, a franquia que até então era anual, passou por um breve hiato, que segundo a empresa, serviria para reformular o futuro da série. Diferente de seus antecessores, “Origins” traz com força o gênero RPG para a série, o que aborreceu uma parte dos jogadores, mas também agradou diversos outros. Ele foi o primeiro game desta nova fase, ao qual a franquia se encontra até os dias de hoje.  

COMENTÁRIOS dos leitores