'Jornalistas Livres' acusa o Instagram de censura

O coletivo independente teve o perfil com mais de 615 mil seguidores excluído da plataforma sem explicações

ter, 12/10/2021 - 14:51
Pixabay Aplicativo do Instagram em smartphone Pixabay

Após desativar o perfil de uma das maiores páginas de jornalismo independente no Brasil sem dar explicações, nessa segunda-feira (11), o Instagram admitiu que errou. Cerca de 615 mil usuários seguiam o perfil do Jornalistas Livre, que acusa a plataforma de censura.

"É uma mídia que está muito ancorada nas redes sociais. Tirar essa plataforma é uma forma de calar a boca dos Jornalistas Livres", criticou uma das fundadoras do coletivo, a jornalista Laura Capriglione.

Ela reforça que o grupo costuma sofrer sanções do Instagram, como em julho deste ano, quando  teve cinco publicações removidas sem explicação, uma delas sobre a estátua do bandeirante Borba Gato incendiada em São Paulo.



A jornalista acrescenta que as mesmas postagens permaneceram na página no Facebook e em perfis de outros usuários no próprio Instagram.

Para denunciar a suposta arbitrariedade da plataforma, o Jornalistas Livre criou outra página quando se deparou com o bloqueio. Em menos de 24h, o novo perfil acumulou mais de 24 mil seguidores.

Em resposta, o Instagram admitiu o erro. "Pedimos desculpas. A conta já foi restaurada", pontuou à Folha de S. Paulo.

COMENTÁRIOS dos leitores