M1: Apple apresenta processador próprio para Mac

'One More Thing' marcou o início de uma nova era nos produtos da maçã

por Katarina Bandeira ter, 10/11/2020 - 15:34
Apple/Reprodução Empresa apresenta novidades para o Mac nesta terça-feira (10) Apple/Reprodução

A Apple está transmitindo, nesta terça-feira (10), o evento “One More Thing, que apresentando globalmente seu primeiro processador com arquitetura ARM, o M1, no lugar da x86 da Intel, que era usado pela empresa desde os anos 2000. O evento é o último oficial da companhia este ano e marca o fim da apresentação de novos dispositivos da maçã. A empresa também afirmou que o MacOS Big Sur foi redesenhado para ter um melhor aproveitamento do M1. 

A promessa é que o novo processador apresente um desempenho aprimorado, com menos consumo de energia e suporte para aplicativos iOS. "O Mac está tendo o melhor ano de todos", disse o CEO, Tim Cook. "Pessoas usam o Mac para fazer as coisas mais incríveis".  

O primeiro processador de silício da Apple para Mac vai unir CPU de alta performance, com oito núcleos, GPU octa-core - com 2x mais qualidade gráfica e um uso de energia 2x menor do que a geração anterior e um Motor Neural de 16 núcleos. Ela deve aprimorar ainda mais o uso do sistema operacional MacOS Big Sur, tanto em velociodade quanto na compatibilidade com aplicativos do iOS.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a gigante dividiu seu evento oficial em duas partes, a primeira - em setembro - revelando iPads e uma nova linha de Apple Watches e a segunda, em outubro, trazendo os novos iPhones 12 e o novo Home Pod mini.

COMENTÁRIOS dos leitores