Redes sociais causam insatisfação em 42% dos internautas

Pesquisa do Getty Images afirma que 'olhar a vida dos outros' deixa a maioria dos jovens infelizes com a própria vida

por Katarina Bandeira qui, 10/09/2020 - 15:43
Pixabay Geração Z apresenta a maior porcentagem de insatisfeitos com a própria vida Pixabay

Uma pesquisa divulgada pelo Getty Images nessa quarta-feira (9) apontou que 42% dos internautas se sentem insatisfeitos com a própria vida por conta das redes sociais. De acordo com o estudo, o aumento do tempo passado na internet tem causado também um crescimento na procura por termos relacionados à cyberbullying, vício em telefone e dependência de mídia social. 

Com o aumento do uso, principalmente por conta da pandemia do novo coronavírus, os usuários têm se tornado mais céticos em relação à forma como as empresas protegem seus dados. Foi revelado que 88% das pessoas que usam a internet querem que empresas estejam comprometidas em proteger suas informações pessoais e 40% delas revelam ter preocupações sobre inteligência artificial. 

A pesquisa levou em consideração a divisão por geração. Entre os entrevistados, 65% daqueles que pertencem à geração Z, 55% dos millennials, 37% da geração X e 20% dos chamados "baby boomers" (nascidos entre 1946 e 1964), dizem que passar o tempo em sites de mídia social, muitas vezes, os faz sentir que suas vidas não são tão boas quanto as dos outros.

O esforço para desconectar também é aparente. Segundo a pesquisa, 30% dos usuários usam os próprios dispositivos para lembrá-los de desconectar um pouco do smartphone. "À medida que a mídia social e o uso de dispositivos móveis continuam a crescer, há um coro crescente de pessoas levantando preocupações sobre como o vício em tecnologia está impactando negativamente a vida, prejudicando relacionamentos e causando ansiedade ou depressão - principalmente entre os jovens", afirma o Getty Images.

COMENTÁRIOS dos leitores