Brasileiro desenvolve jogo de luta 'Pocket Bravery'

Game criado por Jonathan Ferreira terá versão demo em 30 de setembro

por Alfredo Carvalho qua, 29/07/2020 - 15:40
Divulgação Divulgação

A indústria dos jogos ganha espaço no Brasil e quem está de olho nessa oportunidade é o youtuber e desenvolvedor Jonathan Ferreira, 30 anos, de São João de Meriti (RJ). Ele tem trabalhado no "Pocket Bravery" (Statera), um jogo de luta baseado nas franquias "Real Bout Fatal Fury" (SNK) e "Street Fighter Alpha" (Capcom), e que traz o estilo pocket, com personagens em miniatura muito comuns em títulos como "Super Gem Fighter Mini Mix" (Capcom).

Ferreira sonha em produzir jogos desde a infância. "Acabei crescendo e deixando esse sonho de lado. Voltei a pensar em desenvolver jogos em 2014. Demorou um pouco, mas em 2016 consegui entrar no mercado", lembra.

O processo para desenvolver jogos pode variar de acordo com o estúdio. No caso de "Pocket Bravery" foi feito um documento que reúne todas as ideias do game, o Game Design Document (GDD). A maior parte dos recursos estão voltadas para a criação de personagens, onde cada um possui cerca de 500 sprites (frames de animação). "A partir dos personagens vamos desenvolvendo todo o resto, como cenários, história e modos de jogos", explica Ferreira.

Arte vetorizada do youtuber e desenvolvedor Jonathan Ferreira | Foto: Divulgação

um dos principais desafios para criar games no Brasil é saber vender o produto de maneira convincente. "Hoje em dia temos muitos bons jogos sendo feitos no Brasil, só faltam os desenvolvedores contratarem quem entenda da parte de marketing, comunicação e vendas", explica o produtor.

Apesar das barreiras, muitas empresas já conseguem viver da produção de jogos no Brasil. Há uma lista de jogos nacionais populares, como "A Lenda do Herói" (Dumativa, Castro Brothers), "Oniken" (JoyMasher, Stage Clear Studios) e "No Heroes Here" (Mad Mimic, Chorus Worldwide). Mas se manter no mercado exige esforço por parte dos desenvolvedores. "Não é fácil sair do zero até conseguir viver somente de jogos. Nós que estamos começando ainda não vivemos apenas da renda dos games, mas estamos no caminho", relata Ferreira.

Um dos personagens de "Pocket Bravery" | Foto: Divulgação

"Pocket Bravery" deve lançar a demo em 30 de setembro. Antes disso, uma versão Alpha será liberada para alguns jogadores. "Nossa intenção com isso é fazer com que mais pessoas com expertise em jogos de luta possam testá-lo antes de lançarmos a Beta aberta para o público", finaliza o desenvolvedor.

COMENTÁRIOS dos leitores