Dia do Caminhoneiro: aplicativos mudam a vida nas estradas

Tecnologia ajuda a abrir mais possibilidades de negócios e pode trazer mais segurança aos profissionais que cruzam o país

por Nataly Simões dom, 30/06/2019 - 08:00
Marcelo Camargo / Agência Brasil Número de caminhoneiros conectados à internet durante as viagens aumentou 20% nos últimos três anos Marcelo Camargo / Agência Brasil

Neste domingo (30) é comemorado o Dia do Caminhoneiro no Estado de São Paulo. A data em homenagem ao profissional que cruza o país foi determinada em 30 de dezembro de 1986 por meio da sanção da lei estadual de nº 5.487 e, assim como os trabalhadores de outras áreas, o caminhoneiro também teve a rotina nas estradas transformada pela era dos aplicativos de celular.

Estima-se que existam cerca de 2,2 milhões de caminhoneiros no Brasil e, de acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), o número de caminhoneiros conectados à internet durante as viagens aumentou 20% nos últimos três anos. Depois do acesso à rede sociais como o Facebook e WhatsApp, a segunda maior finalidade do uso da internet, tanto para motoristas autônomos quanto de transportadoras, é para fins comerciais (55%).

Há 17 anos na estada, Márcio Frezarin conta que faz uso do aplicativo de oferta de cargas Fretefy para fechar entregas com seus clientes. "Hoje em dia, em Curitiba, eu faço todos os meus carregamentos com o Fretefy. Cada vez a plataforma está melhorando mais com pagamento, saldo, entrega. Várias empresas estão se adequando ao aplicativo e atendo meu principal cliente por ali", relata.

Foto: Divulgação

Embora esteja no mercado há apenas seis meses, o Fretefy já possui 150 mil caminhoneiros cadastrados na plataforma. Uma das razões de o aplicativo ter caído no gosto da categoria é a possibilidade de negociação com o cliente final sem intermediários. "Essa facilidade é traduzida em aumento da lucratividade e produtividade para o setor e para o país. O Fretefy é um facilitador na busca por carga e auxilia o caminhoneiro a encontrar uma carga próxima e adequada ao seu caminhão", afirma o CEO da plataforma Gilmar Pertile.

A tecnologia também trouxe benefícios como mais segurança e rastreamento para esse profissional que, muitas vezes, passa mais tempo na estrada do que com a família. Por outro lado, algumas seguradoras têm demonstrado insegurança por disponibilizarem informações na internet. O que faz do aplicativo mais vantajoso para os caminhoneiros.

 "Hoje o mercado de cargas está bastante preocupado com cargas divulgadas em portais da web, porque existem quadrilhas especializadas em roubo e desvio de mercadorias que usam essas informações públicas, com fácil acesso. O uso de aplicativo é mais seguro porque exige que o caminhoneiro se cadastre, registre fotos de seus documentos e veja apenas as cargas aderentes ao seu equipamento cadastrado, sendo que as informações do proprietário da carga não são abertas e divulgadas", explica Pertile.

No caso do rastreamento do veículo, principalmente para os trabalhadores que terceirizam o caminhão ou que possuem mais de um veículo, o uso do aplicativo possibilita o controle total pelo smartphone. "Hoje é possível monitorar o veículo desde a coleta até a entrega final da carga. Pelo app também são enviados alertas de ocorrências a fim de aumentar a confiabilidade entre motorista e cliente, garantindo a precisão na entrega do serviço", finaliza o CEO da Fretefy.

COMENTÁRIOS dos leitores