Patente da Microsoft quer impedir o roubo de notebooks

Funcionalidade permitiria que os usuários desabilitem e limpem remotamente seu dispositivo

por Nathália Guimarães seg, 26/06/2017 - 11:46
Reprodução Microsoft arquivou uma nova patente destinada a desencorajar potenciais ladrões de laptop Reprodução

A Microsoft arquivou uma nova patente destinada a desencorajar potenciais ladrões de laptop. O documento descreve uma funcionalidade que imita os smartphones, permitindo que os usuários desabilitem e limpem remotamente seu dispositivo em casos de emergência, evitando assim que terceiros consigam revender o produto.

A patente da Microsoft mostra um sistema similar para laptops, que continua sendo um alvo popular de criminosos. Os usuários poderiam desativar remotamente um notebook roubado da mesma forma. O recurso, porém, seria destinado a aqueles produtos que estão sempre conectados à internet.

Mas a patente explica que esses laptops não precisariam estar conectados a uma rede para serem apagados remotamente. É semelhante à funcionalidade de chamada de emergência, que permite ligar para números específicos, mesmo que seu telefone não tenha um cartão SIM funcionando dentro dele.

Tal recurso presumivelmente exigiria algum acordo entre a Microsoft e um provedor de serviços de celular. O outro lado dessa patente seria, naturalmente, que os usuários pudessem ser rastreados, mesmo quando não tivessem ativado redes móveis em seu dispositivo.

 

COMENTÁRIOS dos leitores