Depois de Dinamarca e Alemanha, Uber é banido na Itália

Em comunicado, a filial italiana do Uber afirmou estar chocada com a decisão e promete recorrer

por Nathália Guimarães sab, 08/04/2017 - 09:44
Fernando Oda/Wikimedia Commons Grupos locais de taxistas entraram com uma ação judicial contra o serviço de reserva de carros Uber na Itália Fernando Oda/Wikimedia Commons

O Uber foi proibido de funcionar em todo o território da Itália, depois que grupos locais de taxistas entraram com uma ação judicial contra o serviço de reserva de carros. Em comunicado, a filial italiana do Uber afirmou estar chocada com a decisão e promete recorrer. O Uber também já perdeu lutas legais na Alemanha - que já voltou a ter o serviço - e na Dinamarca.

O caso da Itália foi apresentado em dezembro por associações de táxis que alegaram que o serviço do Uber constituía concorrência desleal para suas operações. A empresa americana de transporte, que está lutando contra reguladores em todo o mundo, agora tem 10 dias para cumprir a decisão.

"Estamos chocados com a decisão do tribunal italiano e apelaremos", disse a empresa, em entrevista ao jornal Financial Times. "Milhares de profissionais e motoristas licenciados usam o aplicativo para ganhar dinheiro e fornecer transporte confiável com o apertar de um botão para os italianos", continua.

A proibição se aplica aos serviços de carona do Uber, mas não a sua ferramenta de entrega de comida UberEATS, que opera em várias cidades italianas. No início deste ano, os desafios globais da Uber se estenderam a Taiwan, onde a empresa enfrentou uma repressão por sua recusa em se registrar como um serviço de táxi tradicional. A empresa saiu de Taiwan em fevereiro.

LeiaJá também

--> UberX ou UberBIKE? Conheça as principais opções do Uber

COMENTÁRIOS dos leitores