Aumentam queixas sobre iPhones que explodem na China

Mesmo problema obrigou a Samsung a suspender a produção do Galaxy Note 7

por Nathália Guimarães qua, 07/12/2016 - 11:36
Pixabay Entidade afirma ter recebido oito relatórios sobre aparelhos que queimaram espontaneamente Pixabay

Vários usuários de iPhone na China afirmaram que seus aparelhos pegaram fogo ou explodiram, de acordo com um órgão de defesa do consumidor de Xangai, que pediu uma resposta à gigante de tecnologia Apple. A entidade afirma ter recebido oito relatórios sobre aparelhos que queimaram espontaneamente enquanto eram usados ou carregados.

O documento cita uma mulher que relatou que seu iPhone 6s Plus explodiu em agosto. Segundo ela, o acidente quebrou a tela e deixou a bateria e a carcaça do telefone chamuscadas. A Apple forneceu a consumidora um novo aparelho, mas não abordou a causa do incidente, segundo o relatório.

"A Apple deve ser responsável pelos consumidores e deve lidar com as queixas em tempo hábil", disse o conselho. "Uma grande quantidade de reclamações dos consumidores não são resolvidas de forma eficaz", complementou.

O conselho disse que recebeu um aumento significativo no total de queixas contra a Apple nos últimos dois meses. Recentemente, a Apple se ofereceu a trocar as baterias do iPhone 6s de usuários que se queixaram sobre uma falha que empresa chamou de desligamento acidental. O problema afetou aparelhos fabricados entre setembro e outubro de 2015.

Em setembro, a Samsung anunciou um recall em escala mundial de 2,5 milhões de unidades do aparelho Galaxy Note 7, depois que alguns aparelhos pegaram fogo e, em alguns casos, explodiram durante a recarga de sua bateria. O problema obrigou a empresa a cancelar a produção do smartphone e deverá causar um prejuízo de até US$ 3 bilhões nos próximos trimestres.

LeiaJá também

--> Apple confirma ambição de construir carro autônomo

--> A bateria do seu iPhone 6s não dura? Apple explica por quê

--> 99% dos cabos falsos para iPhone são perigosos

COMENTÁRIOS dos leitores