Alexandre de Moraes concede liberdade provisória a Valdemar da Costa Neto

Alvo de busca e apreensão, ele acabou sendo preso em flagrante por posse ilegal de arma e usurpação de bens da União

Alexandre de Moraes concede liberdade provisória a Valdemar da Costa Neto

Valdemar havia sido preso em flagrante. Foto: Beto Barata/ PL

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, concedeu liberdade provisória a Valdemar da Costa Neto, presidente do PL, neste sábado, 10. A informação foi confirmada pela assessoria do STF. O despacho ainda não está disponível.

Valdemar havia sido preso em flagrante durante operação que mirou o ex-presidente Jair Bolsonaro e aliados. Na sexta-feira, 9, Moraes havia convertido a prisão em flagrante em preventiva.

O dirigente foi alvo de um mandado de busca e apreensão em operação da Polícia Federal realizada na quinta-feira. Os policiais encontraram na residência dele um revólver com o registro vencido e uma pepita de ouro de 39 gramas, que não tinha origem declarada. Com isso, ele acabou sendo preso em flagrante por posse ilegal de arma e usurpação de bens da União.