Raquel prevê carnaval mais bonito da história mesmo com crise na Segurança

Apesar dos casos de violência no primeiro dia de carnaval, a governadora confia que a festividade vai transcorrer em paz

Raquel prevê carnaval mais bonito da história mesmo com crise na Segurança

Apesar dos casos de violência no primeiro dia de folia em Pernambuco, a governadora Raquel Lyra (PSDB) confia que 2024 terá o carnaval mais bonito da história. A previsão da governadora pode esbarrar na ameaça de greve da Polícia Civil.

A gestora destacou o investimento de R$ 12,2 milhões na segurança para o carnaval. O montante custeou o aumento de 10% no efetivo lançado às ruas em comparação ao ano passado.

O primeiro dia de carnaval registrou dois casos graves de violência. Um suspeito de assalto foi morto a tiros em Olinda e um turista foi esfaqueado durante uma tentativa de assalto no Recife.

Após a última reunião das forças de segurança antes do carnaval, na manhã desta sexta (9), no Centro Integra do de Comando e Controle (CICCE), na área central do Recife, Raquel disse estar confiante para os próximos dias de folia.

“Tenho a confiança que a gente vai fazer o carnaval mais bonito da nossa história”, afirmou.

“Nós temos trabalhado e acompanhado muito de perto todas as ocorrências. No que diz respeito à ocorrência em Olinda, o fato específico foi uma reação de legítima defesa. No que diz respeito ao Recife, a gente busca cumprir todos os protocolos que foram pactuados para permitir que a população possa voltar para casa com segurança”, continuou a governadora.

Greve da Polícia Civil no carnaval

As categorias que integram a Polícia Civil ameaçam entrar em greve. Os profissionais acusam Raquel Lyra de intransigência, mas a governadora mostrou confiar no efetivo para garantir a estrutura de segurança necessária para o carnaval.

“Eu tenho muita confiança em quem faz a Polícia Civil de Pernambuco, no seu compromisso com a carreira, com o povo do nosso estado para garantir que a gente trabalhe durante o carnaval com paz, com tranquilidade, cada um podendo cumprir o seu papel”, disse.

A principal pauta dos policiais é o reajuste salarial. A governadora afirmou que a Secretaria de Administração (SAD) já marcou a mesa de negociação. O acerto deve ocorrer em maio e o aumento deve vigorar em junho.

“Durante o ano passado, por todas as circunstâncias que recebemos o estado, não foi possível tratar a pauta salarial, mas esse ano é o ano da gente poder ter convergência para garantir que as conduções das lideradas pela Secretaria de Administração possam ocorrer com tranquilidade”, complementou.