Nunes diz que tomará atitudes se Enel não responder

Ao lado do diretor de operações da companhia, Vincenzo Ruotolo, Nunes disse que o que ele quer é resultado para a cidade

Nunes diz que tomará atitudes se Enel não responder

Apesar dos elogios às ações da Enel na emergência causada pelas chuvas desta sexta-feira, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), deixou claro que pretende cobrar a distribuidora de energia caso ela falhe em atender as promessas feitas a ele. Ao lado do diretor de operações da companhia, Vincenzo Ruotolo, Nunes disse que o que ele quer é resultado para a cidade.

“O que a gente quer é o resultado para São Paulo. Se a Enel responder, a gente vai estar reconhecendo, se ela não responder eu vou tomar minha atitudes como prefeito, que é o que eu devo fazer”, afirmou, em entrevista coletiva nesta tarde.

As quedas de energia causadas pela chuva têm a previsão, de acordo com a companhia, de serem solucionadas até a próxima terça (7). Um efetivo do Rio de Janeiro será acionado para lidar com a questão o mais rápido possível.

Com relação a prova do Enem, que vai ocorrer neste domingo (5), Ruotolo garantiu que, caso haja alguma emergência, a companhia terá geradores disponíveis para garantir a sua realização.