Ministros de Lula que votaram no Congresso são renomeados

Os ministros deixaram os cargos temporariamente na quarta-feira (1º)

O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (2) traz a nomeação de 13 ministros do governo Lula que se licenciaram do cargo para reforçar a votação dos candidatos do Planalto às presidências da Câmara e Senado, respectivamente Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (PSD-MG), ambos reeleitos. Os ministros deixaram os cargos temporariamente na quarta-feira (1º), para assumir seus cargos de senadores ou deputados federais e participar da votação nas duas Casas.

Foram nomeados novamente para seus cargos no Poder Executivo:

– Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT-SP), eleito deputado federal;

– Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta (PT-RS), deputado federal eleito;

– Agricultura, Carlos Fávaro (PSD-MT), que está no meio de seu mandato de senador;

– Comunicações, Juscelino Filho (União-MA), eleito deputado federal;

– Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira (PT-SP), deputado federal eleito;

– Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias (PT-PI), senador eleito;

– Educação, Camilo Santana (PT-CE), senador eleito;

– Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB-MA), senador eleito;

– Meio Ambiente e Mudança de Clima, Marina Silva (Rede-SP), deputada eleita;

– Povos Indígenas, Sônia Guajajara (PSOL-SP), deputada eleita;

– Trabalho e Emprego, Luiz Marinho (PT-SP), deputado eleito;

– Transportes, Renan Filho (MDB-AL), senador eleito;

– Turismo, Daniela Carneiro (União-RJ), deputada eleita.