Moraes pede que eleitores voltem para casa após votar

“Nós temos certeza que no final do dia teremos já os resultados com tranquilidade”, afirmou

Moraes pede que eleitores voltem para casa após votar

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse neste domingo, 2, que a primeira hora de votação correu com “tranquilidade e segurança”.

Moraes chegou por volta das 9h para votar na zona eleitoral 118 do colégio Madre Alix, no Jardim Paulistano, zona oeste de São Paulo, onde vota há anos com a família.

“Nós já estamos há uma hora das eleições, com tranquilidade, com segurança. Os eleitores já estão se dirigindo, tanto no Brasil quanto no exterior, desde o início da madrugada, na Nova Zelândia, agora Lisboa, Paris, e aqui no Brasil tudo correndo com absoluta tranquilidade”, disse na saída ao ser abordado pela imprensa.

O presidente do TSE também pediu aos eleitores que voltem para casa depois de votar. A Justiça Eleitoral está atenta a possíveis casos de violência política.

“Nós temos certeza que no final do dia teremos já os resultados com tranquilidade. Eu peço ao eleitor que compareça, vote e volte para casa, vá almoçar, depois à tarde aproveite o domingo”, pediu.

Moraes chegou acompanhado por dois carros da equipe que faz sua segurança. O ministro tem em esquema de escolta próprio desde que foi secretário de Segurança Pública de São Paulo.

Ele foi de casa até a zona eleitoral e saiu direto para o aeroporto, de onde segue em voo da Força Aérea Brasileira (FAB) até Brasília.

As mesárias Débora Giannico e Magali Iovine, que há anos trabalham na sessão eleitoral do ministro, disseram ao Estadão que este foi o ano com maior movimentação de jornalistas em busca de uma declaração do ministro.

O comparecimento de eleitores, em contrapartida, é considerado baixo nas primeiras horas votação.

“Está um pouco devagar, está com pouco eleitor”, avalia Débora.

“Em outras eleições, nós já estávamos com mais eleitores, mas acreditamos que seja pelo horário”, completa Magali.