'Você quer me calar?': Debate no Piauí vira meme nas redes

A professora Lourdes Melo, candidata do PCO, foi uma das candidatas que mais caiu "na graça do povo"

por Jameson Ramos qua, 17/08/2022 - 13:36

O debate entre os candidatos ao Governo do Estado do Piauí, realizado pela TV Cidade Verde, afiliada do SBT, na última terça-feira (16), está repercutindo bastante nas redes sociais. No entanto, engana-se quem pensa que o encontro se tornou viral por conta das propostas. Foram as quantidades de memes que auxiliaram na projeção do debate.

A professora Lourdes Melo, candidata do PCO, foi uma das candidatas que mais caiu "na graça do povo". No início do terceiro bloco, ela rebateu o mediador Joelson Giordani ao ser interrompida: "ah, você quer me calar?", indagou. No entanto, o jornalista só queria que ela escolhesse algum dos seus adversários para fazer uma pergunta - algo natural em um debate político.

Joelson tenta explicar que a professora só teria 30 segundos para escolher o adversário e formular sua pergunta. "Ah, você quer proteger os candidatos?", questiona ela em seguida. "Pelo contrário, eu quero que a senhora diga para quem vai fazer a pergunta", respondeu Giordani.

Esse trecho de 34 segundos foi suficiente para que o debate ficasse entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta quarta-feira (17). Páginas de fofocas e humoristas como Antônio Tebet, um dos criadores do Porta dos Fundos, reverberaram o encontro dos candidatos. "Só para deixar claro: isso não é uma esquete do Porta dos Fundos, ok?", escreveu.

Um outro ponto alto protagonizado pela candidata do PCO foi o momento em que ela reclama da decisão do ministro Alexandre de Moraes contra o presidente do Partido da Causa Operária, Rui Costa Pimenta. "O nosso partido, o PCO, está sendo perseguido por aquele juiz da cabeça de ovo... Como é o nome dele? Está perseguindo o Rui Costa Pimenta. Fez um inquérito e ainda fechou todas as nossas mídias, proibindo o direito de opinar", comentou.

O PCO foi incluído no inquérito das Fake News por conta de publicações que chamavam o ministro de "skinhead de toga", acusavam o Supremo Tribunal Federal de "fraudar as eleições" e defendia a dissolução da corte.

Confira alguns vídeos que estão bombando

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores