Bolsonaro 'vai pedir' PIX para arrecadação da campanha

O objetivo é colocar o presidente como ‘garoto propaganda’ para arrecadar verba para a sigla

sex, 27/05/2022 - 20:00
Alan Santos/PR O presidente Jair Bolsonaro (PL) Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e alguns dos seus principais aliados iniciaram uma ofensiva para arrecadar recursos para bancar a campanha à sua reeleição. O objetivo é que o próprio chefe do Executivo atue como um ‘garoto propaganda’ para captar dinheiro para o PL, partido ao qual se filiou no final do ano passado.

A sigla comandada por Valdemar Costa Neto vai lançar, nos próximos dias, um anúncio convidando os apoiadores a fazer doações à legenda através de PIX. 

Em busca de doadores, pessoas próximas ao presidente têm organizado eventos para empresários com a presença de Bolsonaro. A mira são representantes do agronegócio, segmento que Bolsonaro encontra uma quantidade significativa de apoiadores para financiar os custos da disputa deste ano, que deve ser protagonizada por Bolsonaro e Lula (PT). Os recursos também devem auxiliar nas campanhas de candidatos a governador, senador e deputados do partido. 

Ainda que tenha uma bancada na Câmara com 77 deputados, o PT só tem a sétima maior fatia do fundo eleitoral, com R$ 283,22 milhões, considerado insuficiente pelos dirigentes da sigla. Por isso eles apostam nas doações de pessoas físicas para complementar o caixa. 

Mesmo com as campanhas ainda não liberadas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite que partidos já arrecadem o dinheiro e, a partir de agosto, seja utilizado para custear os gastos com viagens, eventos e peças de propaganda.

COMENTÁRIOS dos leitores