• carreiras
  • ESPORTES
  • ENTRETENIMENTO
  • tecnologia
  • Prefeito nega censura política no São João do Recife

    Gestor esclarece que apenas a propaganda partidária será proibida, em respeito à legislação eleitoral. Manifestações e provocações de cunho político seguem permitidas

    por Vitória Silva sex, 20/05/2022 - 20:41
    Rafael Bandeira/LeiaJá Imagens/Arquivo O prefeito do Recife, João Campos Rafael Bandeira/LeiaJá Imagens/Arquivo

    O prefeito do Recife, João Campos (PSB), negou a possibilidade de manifestações políticas serem proibidas nas festividades de São João promovidas pelo município. A informação havia sido divulgada pelo jornal Folha de São Paulo, em sequência à suposta proibição, do mesmo tom, na cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O gestor disse que o Recife “defende e pratica a liberdade”, e que a decisão apenas cumpre a legislação eleitoral quanto à propaganda partidária. 

    - - > São João: Prefeitura de Caruaru diz que não haverá censura 

    “O Recife defende e pratica a liberdade, não podemos admitir qualquer tipo de censura, ainda mais no que diz respeito à Cultura. O título publicado em matéria da Folha não condiz com a realidade”, escreveu Campos. “A Prefeitura do Recife cumpre apenas exigências da Legislação Eleitoral (Lei nº 9.504/97), com vedações, em editais, ao que se entende como propaganda partidária”, completou. 

    De acordo com o artigo 36 da Lei das Eleições (Lei n. 9.504/1997), a propaganda eleitoral "somente é permitida após o dia 15 de agosto do ano da eleição". Ainda segundo o artigo, não configuram propaganda eleitoral antecipada, desde que não envolvam pedido explícito de voto, a "menção à pretensa candidatura", a "exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos", a "divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais", e a participação em eventos, entrevistas e debates. 

    Caso a lei seja infringida, os responsáveis pela propaganda eleitoral podem ser punidos pela Justiça Eleitoral. 

    Embed:
     

     

    COMENTÁRIOS dos leitores