Bolsonaro convoca seguidores de Xuxa e fala em união

A apresentadora havia pedido que os apoiadores do presidente deixassem de seguir suas redes sociais

ter, 12/10/2021 - 17:04
Valter Campanato/Agência Brasil Bolsonaro atende crianças no jardim do Palácio da Alvorada Valter Campanato/Agência Brasil

Após Xuxa Meneghel elevar o tom das críticas ao Governo e pedir que apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) deixem de segui-la nas redes sociais, nesta terça-feira (12), o próprio presidente rebateu a declaração da apresentadora em uma publicação no Twitter.

Diferente da habitual postura agressiva contra seus críticos, Bolsonaro respondeu ao pedido da Rainha dos Baixinhos ao responder um perfil de direita.

"Se você apoia Xuxa, peço que nos siga. Seria uma satisfação apontar fatos omitidos para que possamos sempre melhorar e unir nosso país!", tuitou.

Ainda no confronto com o que chama de “Grande Imprensa”, Bolsonaro mantém seus canais diretos de comunicação com o eleitorado para manter o teor contraditório do seu discurso, como a proposta negacionista às medidas sanitárias de controle à Covid-19.

Após a investigação do Inquérito das Fake News no Senado encontrar indícios da atividade organizada do ‘Gabinete do Ódio’, veículos e blogueiros financiados pela ala bolsonarista sofreram um processo de desmonetização virtual por discursos de ódio e produção de notícias falsas.

Embora teça críticas contra profissionais do Jornalismo, por outro lado, o Governo Federal investe em repasses a apresentadores de emissoras alinhadas à gestão. Entre a lista de beneficiados estiveram Sikêra Jr. e Ratinho.

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores