Paulo Câmara faz pronunciamento após exoneração de coronel

Vanildo Maranhão deixou o comando da Polícia Militar nesta terça-feira (1)

ter, 01/06/2021 - 22:01
Rafael Bandeira/LeiaJáImagens O governador de Pernambuco Paulo Câmara Rafael Bandeira/LeiaJáImagens

O governador Paulo Câmara se pronunciou sobre a exoneração do coronel Vanildo Maranhão, comandante da Polícia Militar na noite desta terça-feira (1). O governador destacou que a ação conduzida pela Polícia Militar de Pernambuco diante da manifestação contra o governo do presidente Jair Bolsonaro, realizada no último sábado (29), “não condiz com as tradições e valores” da instituição.

O líder do executivo estadual agradeceu pelos serviços prestados por Vanildo, mas assinalou que “a investigação em torno do caso continua. Hoje afastamos mais dois oficiais, além dos cinco afastados ainda no sábado. Vamos acompanhar a apuração de perto até a sua conclusão”.

Confira o pronunciamento na íntegra:

Quero dizer aqui que após analisar incessantemente imagens, relatos e vídeos de todo o ocorrido na manifestação do último sábado, conversei com o secretário de Defesa Social e o comandante da PM sobre minha posição de que aquela ação não condiz com as tradições e valores da Polícia Militar de Pernambuco, uma instituição quase bicentenária e de tantos serviços prestados à nossa população.

O coronel Vanildo colocou seu cargo à disposição, aceitei e anuncio agora que o novo comandante da PM será o Coronel Roberto Santana.

A investigação em torno do caso continua. Hoje afastamos mais dois oficiais, além dos cinco afastados ainda no sábado. Vamos acompanhar a apuração de perto até a sua conclusão.

Quero registrar meu agradecimento ao coronel Vanildo pelos anos de dedicação ao Pacto pela Vida e ao nosso governo e conto com o trabalho do coronel Roberto para que tenhamos sempre uma polícia dura contra o crime, mas que seja guardiã dos direitos humanos e da cidadania.

Não uma polícia que atire no rosto das pessoas ou que impeça alguém ferido de ser socorrido, mas uma polícia que represente os anseios de uma sociedade pacífica, plural e democrática.   Esses princípios são inegociáveis e deles jamais vamos abrir mão!

Muito obrigado!

 

COMENTÁRIOS dos leitores