Secretário de Paulista chama gestão de Matuto de corrupta

Cidade da Região Metropolitana do Recife é alvo da polícia desde 2019 por conta de atos do ex-prefeito Júnior Matuto (PSB)

por Jameson Ramos ter, 06/04/2021 - 17:03

Por conta de possíveis atos de corrupção da gestão do prefeito Junior Matuto, a Prefeitura de Paulista, no Grande Recife, foi mais uma vez alvo da operação policial Beira Rio. Revoltado com a situação, o secretário de Projetos Especiais e Habitação, Vinícius Campos, publicou um vídeo em sua conta do Instagram relatando a situação que aconteceu nesta terça-feira (6).

"Até quando nossa cidade vai ficar passando vergonha pelas denúncias de corrupção da gestão passada? É um tema anterior a esse ano de 2021, que na verdade é o resultado de uma investigação que começou lá em 2019, na gestão do ex-prefeito Junior Matuto, que tem desdobramento até hoje”, diz Campos.

O secretário afirma que cerca de 40 agentes cumpriram cinco mandados de busca e apreensão domiciliar e sequestro de valores, expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Paulista. Ninguém foi preso.

Os investigados são um empresário e ex-servidores da Prefeitura de Paulista. Os fatos fazem referência a uma licitação para concessão de área pública, localizada à beira do rio da Praia de Maria Farinha, cujo objeto principal era a implantação de uma marina.

As investigações apontam fortes indícios que a licitação foi direcionada, com a participação direta do prefeito da época, Júnior Matuto (PSB), para favorecer o empresário investigado, que fez uso de documentos falsos no processo licitatório, com a conivência de servidores da prefeitura.

Também há indícios de que esse mesmo empresário é o responsável por se apropriar dos valores das taxas que seriam destinadas ao município do Paulista, através do uso da área concedida.

COMENTÁRIOS dos leitores