Após prisão, Daniel Silveira pode ser expulso do PSL

O presidente do PSL, Luciano Bivar, não aprovou a atitude do deputado federal

por César Lui qua, 17/02/2021 - 11:55
Agência Câmara Agência Câmara

O deputado federal Daniel Silveira (RJ), preso nessa terça-feira (16) após publicação de vídeo com ataques e ofensas aos ministros do Supremo Tribunal Federal, pode ser expulso do PSL. O presidente do partido, deputado Luciano Bivar (PE), afirmou, nesta quarta-feira (17), que “está sendo tomada todas as medidas jurídicas cabíveis”.

De acordo com o partido, os ataques feitos pelo parlamentar aos ministros “são inaceitáveis”. “Esta atitude não pode e jamais será confundida com liberdade de expressão, uma conquista tão duramente obtida pelos brasileiros e que deve estar no cerne de todo o debate nacional”, diz a nota assinada por Bivar.

No vídeo, Daniel Silveira fez apologia à agressões físicas e pediu a “destituição” de seis ministros do Supremo: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli.

 

COMENTÁRIOS dos leitores