'Sem espaço': Recife não elege antigas figuras políticas

Nem toda cadeira na câmara Municipal é cativa e os eleitores do Recife deram um 'choque de realidade' em candidatos famosos no cenário local

por Victor Gouveia seg, 16/11/2020 - 16:26

Sorridentes em eleições passadas, alguns dos atores políticos mais conhecidos do Recife habitualmente estariam em festa, no entanto, não conquistaram votos suficiente para garantir uma cadeira na Câmara Municipal. A eleição desse domingo (15), frustrou os candidatos a vereador que apostaram as fichas na própria popularidade - construída em mandatos e participações passadas -, mas acabaram derrotados nas urnas.

Como consolo, restou a vaga de suplente para algumas dessas figuras carimbadas do cenário político de Pernambuco. Antes vereadores, deputados ou até envolvidos em gestões, só resta aos perdedores aguardar mais quatro anos e trabalhar para reconquistar a simpatia e o voto dos eleitores.

O LeiaJá listou alguns dos tradicionais políticos que não alcançaram o apoio necessário e amargaram a rejeição nas urnas. Confira:

Rinaldo Júnior (PSB)- 7.342 votos

Antônio Luiz Neto (PSB)- 6.580 votos

Aline Mariano (PP)- 6.530 votos

João da Costa (PT)- 5.802 votos

Goretti Queiroz (PSB)- 5.577 votos

Maguari (PP)- 5.420 votos

Jayme Asfora (Cidadania)- 4.926 votos

Augusto Carreras (PSB)- 4.411 votos

Fernando Ferro (PT)- 4.226 votos

Irmã Aimée (PSB)- 3.763 votos

Terezinha Nunes (MDB)- 1.918 votos

Edilson Silva (PCdoB)- 1.610 votos

Edna Costa (PCdoB)- 767 votos

COMENTÁRIOS dos leitores