'Recife acima de tudo': Mendonça confirma candidatura

A deputada estadual Priscila Krause, que é do mesmo partido do ex-ministro da Educação, será vice na chapa 'puro sangue'

por Jameson Ramos qua, 16/09/2020 - 18:49
Arthur Souza/LeiaJáImagens Convenção foi realizada nesta sexta-feira (15), na Zona Sul do Recife Arthur Souza/LeiaJáImagens

Com o slogan "Recife acima de tudo", o ex-ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), confirmou a sua candidatura à gestão da capital pernambucana na tarde desta quarta-feira (16), no Mar Hotel, localizado em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Segundo o candidato, a expectativa agora é de vitória para "devolver Recife aos recifenses". 

Como já era conversado nos bastidores, está confirmada a deputada estadual Priscila Krause (DEM) como candidata a vice-prefeita de Mendonça na eleição de 2020, concretizando uma chapa 'puro sangue'. 

"A expectativa é de vitória. Vamos apresentar uma proposta de mudança para a cidade, segura, tocando as pautas que afetam diretamente a população do Recife", disse o ex-ministro. 

Foto: Arthur Souza/LeiaJáImagens

Além do Democratas, claro, três partidos apoiarão a candidatura de Mendonça: PL, PTB e PSDB. “Temos o apoio de quatro grandes partidos que compõem a nossa aliança, que é uma aliança, sobretudo, com o povo do Recife. Vamos apresentar um caminho de mudança seguro para a cidade e vamos convencer que é hora de dar um basta em um projeto que tem como única finalidade preservar o projeto de uma família", disse.

Falta de unidade na oposição

Ainda na fase da pré-campanha, o ex-ministro anunciou que conversava com os partidos de oposição na tentativa de formar uma frente de oposição ao PT e, sobretudo, ao PSB, que tenta reeleição na capital pernambucana e já conta com 11 partidos no seu palanque.

No entanto, essa tentativa de agregar força para tentar ganhar a eleição não deu certo, já estando os partidos que Mendonça esperava apoio com seus respectivos candidatos. Junto com o democrata, o deputado Daniel Coelho (Cidadania) também esperava por uma unidade da oposição, sobretudo com ele sendo o cabeça de chapa. 

Sem acordos imaginados, Mendonça confirmou candidatura e Daniel, que especulava-se que iria apoiar o DEM, anunciou que iria apoiar a candidata do Podemos, a delegada Patrícia Domingos. "O campo da esquerda está rachado, também. Tem uma candidatura do PT e outra do PSB. As divisões que ocorrem no campo da direita, são as mesmas que ocorrem no campo da esquerda. Respeitei e respeito a posição do deputado federal Daniel Coelho. Ele tem a liberdade de escolha e eu respeito a decisão tomada por ele", analisou Mendonça Filho.

E se eleito?

“Se eleito, haverá uma mudança radical na postura (da Prefeitura do Recife), uma gestão voltada para a qualidade de vida dentro da cidade do Recife. Teremos um cuidado especial para as áreas pobres, em termos de encostas dos morros, saneamento básico, habitação popular. Ao mesmo tempo iremos cuidar daquilo que afeta o dia a dia do recifense como o trânsito, acabar com a indústria da multa. Teremos transporte público de melhor qualidade", pontua o candidato à Prefeitura do Recife.

COMENTÁRIOS dos leitores