Humberto sobre Bolsonaro: 'criminoso e irresponsável'

Segundo o senador, as declarações do presidente tentam esconder a gravidade da pandemia do novo coronavírus

qua, 25/03/2020 - 08:09
Roque de Sá/Agência Senado Roque de Sá/Agência Senado

O senador Humberto Costa (PT-PE) classificou o pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, em cadeia nacional, nessa terça-feira (24) como “criminoso e irresponsável”. Segundo o senador, as declarações do presidente tentam esconder a gravidade da pandemia do novo coronavírus que tem se espalhado pelo mundo, deixando milhares de vítimas. “Esse governo não tem mais salvação. Ele chegou ao fim da linha”, argumentou.

“É lamentável, é inconcebível que alguém que deveria ter a responsabilidade de um chefe de Estado aja dessa maneira. Em todos os países do mundo, dos mais desenvolvidos aos mais pobres, os governantes têm se preocupado em preservar e garantir a vida das pessoas. Aqui no Brasil, no entanto, o presidente se coloca contra a ciência, contra o que dizem os profissionais de saúde pública e apregoa medidas que vão fazer com que essa pandemia possa ser ainda mais grave”, emendou o senador.

Para Humberto, o presidente usou dados falsos em seu pronunciamento para mascarar a situação da crise que se abate sobre o Brasil. Em sua fala, Bolsonaro criticou o fechamento de escolas e atacou a atuação dos governadores e da mídia alegando que gera pânico na população.

“Bolsonaro chamou a Covid-19 de ’gripezinha, resfriadinho, histeria’, num gesto de desrespeito às vítimas fatais, suas famílias e todo o país. Atacou a imprensa uma vez mais. Em vez de tentar se restaurar no cargo de presidente, usou sua fala para ridicularizar o grave momento pelo qual passa a nação”, advertiu.  

O senador disse ainda que a fala de Bolsonaro menospreza o problema e mostra o “despreparo” e a “pequenez” do presidente, que mostrou mais uma vez que não está à altura do cargo que ocupa.

COMENTÁRIOS dos leitores