Reprovação dos parlamentares sobe para 45%, diz Datafolha

O índice negativo cresceu 10% em comparação a agosto deste ano. Os eleitores de Jair Bolsonaro, no entanto, são os que mais acreditam no trabalho dos deputados e senadores

por Francine Nascimento qua, 18/12/2019 - 12:33
Roque de Sá/Agência Senado Plenário do Congresso Roque de Sá/Agência Senado

A atuação de deputados federais e senadores foi reprovada por 45% dos eleitores que responderam uma pesquisa realizada pelo Datafolha no início de dezembro. O índice subiu em comparação ao mês de agosto deste ano, quando a rejeição era de 35%. Ainda segundo o levantamento, apenas 14% dos entrevistados aprovam os trabalhos dos parlamentares, enquanto 38% consideram regular e 3% não sabem ou não responderam.

A pesquisa foi divulgada na manhã desta quarta-feira (18) pelo jornal Folha de São Paulo, que mostrou que no final de 2018, após a eleição do presidente Jair Bolsonaro, houve uma onda de otimismo em 56% das pessoas consultadas. Elas diziam acreditar no bom desempenho dos novos congressistas.

Já em agosto deste ano, 16% dos entrevistados disseram que o trabalho dos deputados era bom ou ótimo, 45% achavam regular e a rejeição era de 35% dos cidadãos que viam a atividade dos parlamentares como ruim ou péssima. 

A pesquisa também indicou que os bolsonaristas são os que hoje mais aprovam os deputados na Câmara: cerca de 26% consideram como bom ou ótimo; 11% como regular e 7% como péssimo. 

Nas eleições do ano passado, o PSL foi um dos partidos que mais elegeu deputados, com 52 lugares. Nas eleições de 2014, a sigla apenas um parlamentar.

COMENTÁRIOS dos leitores