No RS, Haddad recebe Medalha do Mérito Farroupilha

Ex-candidato a presidente foi homenageado com a Medalha do Mérito Farroupilha, a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho

seg, 09/12/2019 - 16:10
Agência de Notícias ALRS Agência de Notícias ALRS

O ex-ministro da Educação nos governos Lula e Dilma Rousseff, Fernando Haddad, foi homenageado com a Medalha do Mérito Farroupilha, a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho.

O deputado Luiz Fernando Mainardi (PT) foi o proponente da outorga, que ocorreu em solenidade no final da manhã desta segunda-feira (9) no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa.

Ao saudar o homenageado, Mainardi ressaltou as políticas públicas criadas na gestão de Haddad à frente do Ministério da Educação. “A medalha foi instituída para homenagear cidadãos que tenham contribuído para a sociedade gaúcha. Portanto, saiba que não estás recebendo a medalha porque és mestre, doutor, advogado... Mas sim porque o Rio Grande do Sul deve muito ao teu trabalho no MEC. Talvez nem tu tenhas a dimensão dos teus atos. Vamos refrescar nossas memórias: durante tua gestão, foram mais de 20 mil novas vagas criadas no ensino superior público. Ainda houve a criação da Unipampa e da Universidade Federal da Fronteira Sul, com campus em Passo Fundo, Erechim e Cerro Largo", disse.

Representando a Mesa Diretora, o deputado Valdeci Oliveira (PT) considerou um orgulho entregar a honraria a um professor. “É uma satisfação imensa representar a presidência da Casa do Povo no momento em que homenageamos um professor, alguém com tantos serviços prestados à educação. Quando Haddad era ministro  eu atuava como prefeito em Santa Maria e pude testemunhar o comprometimento da sua gestão com a universidade federal. Não exagero quando digo que, como ministro, acabaste com um velho tabu brasileiro: o de que pobre não frequenta a universidade”.

O agraciado destacou a convivência com o ex-governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro da Educação, Tarso Genro. “Aprendi muito no RS com a convivência com o Tarso e sua equipe. Aprendi a reconhecer o valor do povo gaúcho e sua história, suas conquistas, seu brio. Posso afirmar: em um ano e meio como secretário-executivo do MEC, ao lado do Tarso, aprendi mais do que em dez anos em uma universidade. Digo isso porque a política feita por essas pessoas, que querem transformar o país, nos permite viver experiências que nem sempre a universidade proporciona.”

Haddad ainda confessou estar emocionado por receber a honraria. “Quando vemos os números, não imaginamos as pessoas por trás deles. Mas quando pensamos nelas, nas oportunidades que foram oferecidas, isso me emociona. Fico feliz em receber esta homenagem e ver que mudamos a vida de pessoas que não teriam condições sem não tivessem essas oportunidades”.

Com informações da Agência de Notícias ALRS

COMENTÁRIOS dos leitores