Na casa de Maia, Frota reúne ala do PSL anti-Bolsonaro

Encontro foi para comemorar o aniversário do tucano, que aproveitou para disparar novas críticas contra o presidente da República

qua, 16/10/2019 - 11:06
Roberto Parizotti/CUT Roberto Parizotti/CUT

Uma comemoração pelo aniversário do deputado federal Alexandre Frota (PSDB), na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), reuniu líderes de partidos do centrão e nomes que integram a ala do PSL que tem feito oposição interna ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). A informação é do colunista Guilherme Amado, da revista Época. 

De acordo com a publicação, a festa, inclusive, foi embalada por hits da cantora Marília Mendonça, como a música "Ciumeira", cantada com ironia pelos parlamentares que adotaram uma postura rebelde diante do presidente.   

Do PSL, estavam entre os convidados o vice-presidente nacional, Antonio Rueda, e os deputados Felipe Francischini e Junior Bozzella. Os três eram cumprimentados constantemente por terem se rebelado contra Bolsonaro. Dos nomes do centrão, os deputados Baleia Rossi (MDB), Aguinaldo Ribeiro (PP) e Marcos Pereira (Republicanos) estavam na festa. Ninguém do PSL que compõe o grupo pró-Bolsonaro foi convidado.

“Bolsonaro e a milícia digital estão perdidos. Caiu por terra toda a operação de linchamento virtual”, chegou a dizer Frota. “Se ele ficar, vai apanhar mais três anos”, acrescentou o deputado. Não há imagens da festa porque o uso do celular foi restrito.

Alexandre Frota foi expulso do PSL após desferir críticas contra o governo de Jair Bolsonaro. O parlamentar agora faz parte do PSDB, mas desde a semana passada, quando veio à tona a crise interna no seu ex-partido, ele não tem poupado alfinetadas e já declarou estar em campanha para tirar o presidente da sigla.

COMENTÁRIOS dos leitores