Glenn: Todos sabemos o porquê de Moro não ter as mensagens

O editor e fundador do The Intercept afirmou que o ministro da Justiça sabe que as mensagens não foram alteradas

qua, 19/06/2019 - 12:32
Reprodução/Twitter/Glenn Greenwald Greenwald é responsável pelo site The Intercept Reprodução/Twitter/Glenn Greenwald

Acompanhando a audiência do ministro da Justiça Sergio Moro na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, o editor e fundador do site The Intercept Glenn Greenwald comentou no seu perfil oficial no Twitter o andamento da sabatina com o ministro.

De acordo com o jornalista responsável pelo vazamento da troca de mensagens entre Moro e procuradores da Operação Lava Jato, Moro poderia provar se as mensagens tivessem sido alteradas. “Moro continua tentando insinuar que as conversas que estamos publicando podem ser alteradas, mas ele não sabe, porque afirma que não as tem mais. Mas Deltan os tem. A Lava Jato tem eles. Se eles foram alterados, eles poderiam facilmente provar isso. Mas eles não fizeram e nunca vão”, escreveu Glenn.

O jornalista também complementou dizendo que todos sabem o porquê de Moro dizer que não tem as mensagens. “Mais uma vez, senadores: não precisam pegar as mensagens de Moro do Telegram (embora Moro tenha se recusado se autorizaria sua divulgação). Deltan os tem. A Lava Jato tem. Se alguma coisa fosse ‘alterada’, eles poderiam facilmente provar. Por que eles não têm? Todos nós sabemos porque”, postou.

Ainda em sua publicação, Glenn Greenwald justificou que nunca houve a desconfiança de que o The Intercept trabalharia com material alterado. “Além disso, já começamos a trabalhar com outros jornais, revistas e jornalistas com esses materiais. Ninguém jamais alegou, e muito menos provou, que qualquer coisa que publicamos foi alterada. Isso porque todos - especialmente Moro e a Lava Jato - sabem que são autênticos”, finalizou.

COMENTÁRIOS dos leitores