Damares: direitos humanos violados na Venezuela preocupam

A ministra Damares Alves fez um pronunciamento durante uma sessão do Conselho de Direitos Humanos da Organização Mundial das Nações Unidas (ONU)

seg, 25/02/2019 - 10:21
Valter Campanato/Agência Brasil Além de falar sobre direitos humanos, a ministra aproveitou para alfinetar Nicolás Maduro Valter Campanato/Agência Brasil

A ministra responsável pela pasta da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta segunda-feira (25) que o Brasil se preocupa com as violações dos direitos humanos na Venezuela. A afirmação foi feita durante o pronunciamento da ministra em um conselho da Organização Mundial das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça.

O discurso, que durou cerca de 15 minutos, foi o primeiro compromisso internacional de Damares desde que ela assumiu o cargo, no começo do ano. Na ocasião, a ministra ainda aproveitou para alfinetar o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, chamando ele de "ilegítimo".

O último final de semana foi marcado por confrontos em áreas de fronteira da Venezuela. A fronteira com o Brasil foi fechada por Maduro com a pretensão de frustrar os planos de envio de ajuda internacional para o país. Planos, esses, que eram defendidos pelo seu opositor Juan Guaidó, autodeclardo presidente venezuelano.

Em sua fala, a ministra Damares Alves assegurou que “o Brasil apela à comunidade internacional a somar-se ao esforço de libertação da Venezuela, reconhecendo o governo legítimo de Guaidó e exigindo o fim da violência das forças do regime contra sua própria população”.

Também nesta segunda, a alta comissária de Direitos Humanos da ONU e ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, mencionou a situação vivida na Venezuela e disse esperar o fim da violência no país.

COMENTÁRIOS dos leitores