Deputado lamenta aumento no valor do gás de cozinha

Danilo Cabral (PSB) disse que, do total de pessoas internadas no Hospital da Restauração com queimaduras, 60% foram atingidas por estar usando gás clandestino ou usando álcool de posto para cozinhar

por Taciana Carvalho sex, 05/01/2018 - 19:57
Chico Ferreira Chico Ferreira

O deputado federal Danilo Cabral (PSB) se disse indignado, durante uma sessão na Câmara dos Deputados, pelo aumento do combustível e do gás de cozinha. O pessebista falou que precisava transmitir a lamentação do povo brasileiro. “A indignação de quem está pagando agora R$ 90 reais em um botijão de gás”, declarou. 

Cabral expôs que, do total de pessoas internadas no Hospital da Restauração com queimaduras, 60% foram atingidas por estar usando gás clandestino ou usando álcool de posto de gasolina para cozinhar. “É essa a realidade. O acúmulo do que já tem de aumento em torno de combustível é de 16%, de 1 de julho até aqui, e do gás é de 67% o aumento”, criticou. 

“Como é que fica a vida dessas pessoas? De 15 milhões de brasileiros que não tem emprego? De outros 10 milhões que desistiram de procurar emprego, que estão procurando botar comida dentro de casa e não tem como botar. E quando bota não tem como fazer porque o preço do gás não permite sequer hoje as pessoas cozinharem?”, continuou explanando. 

O deputado apresentou um projeto de lei que limita os reajustes do produto, passando a ser anual, de forma a evitar esses abusos. “Tem que olhar para essas pessoas. Não é possível que tudo que chega aqui só olha para um lado. Onde é que fica o povo nesse negócio? Não é razoável isso. Quem segura essa brincadeira é o povo brasileiro pagando uma elevada carga tributária. De cada um ano de trabalho do povo brasileiro, cinco meses é dedicado a pagar impostos. E o povo tem direito também. A contrapartida em prestação de serviço público”. 

“Tudo que chega aqui é para pagar dívida do sistema financeiro. Onde é que está a saúde? Onde é que está a educação? Onde é que está a segurança pública que o povo tem direito? Essa resposta nós queremos. É uma resposta que seu governo deve ao povo brasileiro”, ressaltou Danilo. 

COMENTÁRIOS dos leitores