Sebastião Oliveira retoma mandato para votar denúncia

A exoneração do republicano foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (1º), um dia antes da votação da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva

O Diário Oficial do Estado traz, nesta terça-feira (1º), a exoneração de Sebastião Oliveira (PR) do cargo de secretário estadual de Transportes. O republicano solicitou a saída da gestão para voltar à Câmara dos Deputados e participar da votação da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), por corrupção passiva, marcada para esta quarta-feira (2).

Com o retorno dele, o suplente Cadoca (sem partido) deixa a cadeira de deputado. A expectativa é de que Oliveira siga o direcionamento da direção nacional do PR e vote a favor do presidente. 

Esta não é a primeira vez que Sebastião Oliveira pede exoneração para participar de uma votação importante na Câmara. Ele também deixou o posto para opinar na admissibilidade do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), mas na época, não chegou a participar da sessão. 

No mesmo ato em que exonera Oliveira, o governador Paulo Câmara (PSB) designa Antonio Ferreira Cavalcanti Júnior, da Secretaria de Transportes, para responder pela pasta. 

LeiaJá também

–> No fim do recesso, governo Temer terá semana decisiva

–> Temer diz que o governo “está melhorando a economia”

–> Permanência de Temer é hoje o desejo do PT, diz procurador