Bruno Araújo diz que está ‘à disposição’ do PSDB para 2018

O ministro negou que suas andanças pelo estado sejam para reforçar a provável candidatura a governador e disse que a discussão sobre o pleito será na “hora certa”

por Giselly Santos qui, 23/02/2017 - 14:24
PSDB/Flickr Apesar da disposição de Bruno Araújo, a legenda também está sendo cortejada para firmar uma aliança com o PTB do senador Armando Monteiro PSDB/Flickr

Cotado para disputar o governo de Pernambuco em 2018, o ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB) afirmou, nesta quinta-feira (23), que seu nome “está à disposição” do conjunto de alianças que a legenda tucana vier a formar para a disputa. Em entrevista ao LeiaJá, antes de entregar unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida em Olinda, o ministro negou que suas andanças pelo estado sejam para reforçar a candidatura e disse que a discussão sobre o pleito será na “hora certa”. 

“[O meu nome] É um dos que está à disposição do conjunto das alianças que serão formadas para poder avançar e ajudar a enfrentar as dificuldades que os pernambucanos vivem neste momento, mas a discussão sobre isso será no momento apropriado. Agora é hora de trabalhar e das discussões internas”, afirmou.

Já sobre o peso que as atividades que vem desempenhando como auxiliar do presidente Michel Temer (PMDB) em Pernambuco pode representar para a corrida eleitoral, Araújo negou segundas intenções. “Não estamos em busca de reforço de nomes e de tratar isso individualmente. Acho que é reforçar alternativas que o Estado possa ter para que em 2018 haja um maior leque de alternativas para a população. O momento não é este [eleitoral], é de mantermos as atividades do ministério em pleno vapor”, salientou.

Em menos de uma semana, Bruno Araújo participou de dois eventos em terras pernambucanas. O primeiro na sexta (17) em Paulista para autorização do aporte de R$ 20 milhões para início das obras da 1ª etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário. Hoje ele entregou 128 unidades habitacionais em Olinda. 

Aliança com o PTB

Apesar da disposição de Bruno Araújo, a legenda também está sendo cortejada para firmar uma aliança com o PTB do senador Armando Monteiro. “Há uma relação salutar entre os dois partidos, mas isto é um processo de construção que vai se dando de forma natural. Temos uma boa relação com o senador Armando Monteiro, independente de disputas pontuais e Pernambuco precisa, neste momento, de um ambiente de unidade no sentido de ajudar o estado a superar as grandes dificuldades”, observou Bruno. 

Mesmo com as discussões, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB) deixou claro que o desejo da legenda par a disputa em 2018 é o protagonismo. “Há conversas pontuais com o PTB, mas a única coisa que tem clara é que o PSDB quer e vai ser protagonista em 2018. Obviamente que as alianças vamos discutir com tranquilidade e quem quiser dialogar conosco estaremos abertos. O PTB pode ser um partido que se dialogue, como o Democratas, o PPS e outros que queiram participar de uma construção de algo novo para Pernambuco”, frisou.

O deputado federal disse ainda que “não há dúvida que o nome de Bruno Araújo desponta para ser alguém que merece liderar um processo para 2018. Mas este é um momento dele se concentrar nesta tarefa do cargo de ministro. Isso vai credenciá-lo para qualquer cenário de 2018”.

COMENTÁRIOS dos leitores