Caso Cobasi: internautas se revoltam após o petshop confirmar morte dos animais deixados em loja nas enchentes do RS

Animais como aves, peixes e roedores estavam no estabelecimento que foi tomado pela inundação

Caso Cobasi: internautas se revoltam após o petshop confirmar morte dos animais deixados em loja nas enchentes do RS

Foto: Reprodução/Google Maps

Na última sexta-feira, 17 de maio, a empresa Cobasi confirmou a morte dos animais que estavam em uma loja afetada pelas enchentes em Porto Alegre. Animais como aves e roedores estavam no estabelecimento que foi tomado pela inundação.

Os animais foram deixados para trás após a evacuação da unidade do shopping Praia de Belas, bairro atingido pela catástrofe no Rio Grande do Sul. A empresa informou que os funcionários deixaram o local de forma emergencial.

A loja fica localizada no subsolo, junto ao estacionamento, que segue inacessível e alagado, logo não foi possível confirmar o número exato de perdas.

Em nota à imprensa, a empresa informou: “Foi garantido que os animais estivessem seguros e com o necessário para a sobrevivência até o retorno dos colaboradores que considerávamos ser breve. Mas a tragédia foi sem precedentes e, apesar das tentativas constantes da empresa nos últimos dias, não foi possível o acesso seguro à loja devido o nível da água”

O pronunciamento e confirmação ocorreu após diversas publicações nas redes por parte dos internautas que questionavam o caso a pelo menos dois dias. 

Após a confirmação por parte da Cobasi, a repercussão gerou muita polêmica e foi parar nos assuntos mais comentados do X, o antigo Twitter. Logo, o boicote começou a crescer nas redes sociais e mais denúncias relacionadas a empresa foram surgindo por supostos funcionários, que preferiram não se identificar. Veja abaixo a repercussão:

LeiaJá também: Previsão de mais chuvas no RS mantém estado em alerta