Ataque russo mata 14 civis na Ucrânia

O presidente Volodmir Zelenski culpou a falta de defesas aéreas da Ucrânia pela perda de vidas

Ataque russo mata 14 civis na Ucrânia

Ataque matou 14 civis na Ucrânia. Foto: Genya SAVILOV / AFP

Pelo menos 14 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas quando três mísseis russos atingiram um bairro movimentado no centro de Chernihiv, ao norte de Kiev, nessa quarta (17), segundo autoridades da Ucrânia.

A cidade, que fica em uma região de mesmo nome na fronteira com Belarus, foi ocupada parcialmente no início da invasão russa contra a Ucrânia, em 2022, mas não registrou combates violentos nos últimos dois anos. Pelo menos três explosões aconteceram na cidade.

O presidente Volodmir Zelenski culpou a falta de defesas aéreas da Ucrânia pela perda de vidas. O procurador-geral disse que 61 pessoas ficaram feridas, incluindo duas crianças.

“Isso não teria acontecido se a Ucrânia tivesse recebido equipamentos suficientes de defesa aérea e se a determinação do mundo em conter o terrorismo russo também fosse suficiente”, disse Zelenski. “Terroristas podem destruir vidas apenas quando conseguem primeiro intimidar aqueles que são capazes de parar o terror e proteger a vida.”

Também ontem, explosões e incêndios foram relatados em uma importante base aérea, na península ocupada da Crimeia, no que pareceu ser um ataque da Ucrânia. Blogueiros militares russos afiliados ao Kremlin relataram que mísseis ucranianos atingiram locais perto da base em Dzhankoi.