Aluno da Faetec é agredido a pedradas por colega durante discussão no Rio

Vítima precisou de atendimento hospitalar e ficou com hematomas no rosto; agressora foi transferida de unidade escolar

Aluno da Faetec é agredido a pedradas por colega durante discussão no Rio

Um aluno da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) foi agredido a pedradas por uma colega de classe, após uma discussão durante o intervalo. O caso aconteceu no último dia 25 de março, na unidade de Marechal Hermes, Zona Norte do Rio de Janeiro. A vítima, segundo o Conselho Tutelar, tem 13 anos e teria discutido com a infratora enquanto a turma jogava vôlei na escola. Na partida, a bola arremessada pelo aluno atingiu a menina, que ficou irritada e decidiu agredir o colega.

Nas redes sociais, uma gravação de celular (assista abaixo) mostra o menino ensanguentado e recebendo o apoio dos amigos. Um grupo ajuda a suspender o rosto da vítima e a lavar o ferimento com água. Neste trecho, não é possível ver professores ou responsáveis por perto. A escola ligou para os pais do aluno, que foi encaminhado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. Como não havia pediatra disponível, segundo relato da mãe ao G1, a vítima seguiu para um hospital particular no bairro do Méier.

Ainda segundo a mãe, o adolescente precisou levar pontos na cabeça e na boca devido aos cortes. Ele também ficou com hematomas no rosto. No momento da briga, não havia inspetores ou profissionais para impedir a confusão. A família do jovem denunciou casos de bullying contra ele anteriormente.

O que diz a Faetec

Em nota, a Faetec disse que a situação está sob a responsabilidade do Serviço Social da instituição e do Conselho Tutelar. Além disso, a adolescente que agrediu o colega deixou a Faetec Marechal Hermes e foi para outra unidade. Ainda de acordo com a unidade de Marechal, todas as queixas de bullying estão em apuração.