Bilhete Único começa a valer neste domingo (3) no Grande Recife; confira tarifas

Nova tarifação extingue o antigo Anel B, de R$ 5,60, e aplica valor do Anel A, de R$ 4,10, a 70 novas linhas de ônibus

Bilhete Único começa a valer neste domingo (3) no Grande Recife; confira tarifas

Vale Eletrônico Metropolitano (VEM), utilizado no Grande Recife. Foto: Chico Peixoto/Arquivo/LeiaJá

Neste domingo (3), entra em vigor o novo Bilhete Único de R$ 4,10 para os ônibus da Região Metropolitana do Recife (RMR). Proposta do Governo de Pernambuco, a medida foi aprovada em uma reunião do Conselho de Transporte Metropolitano (CTM) do último dia 22 de fevereiro. Com a implementação do bilhete, o Anel B, que custava R$ 5,60, foi extinto. Assim, cerca de 750 mil usuários poderão ter acesso à tarifa mais barata. A extinção do Anel B atinge 70 linhas metropolitanas (confira lista abaixo).

O que muda?

Na prática, o benefício real do Bilhete Único é diminuir o custo da passagem para quem utilizava o Anel B. Na ponta do lápis, a mudança significa menos R$ 1,50 a cada tarifa paga pelo usuário. Além do desconto na tarifa, usuários também não verão a passagem aumentar este ano. Pelo segundo ano consecutivo, as passagens do Grande Recife não sofreram reajuste.

O reajuste zero e a unificação das tarifas dos dois anéis A e B das linhas do sistema integrado vão gerar uma economia de 26,79% para os passageiros, principalmente aqueles que fazem percursos maiores na RMR, segundo o Governo do Estado.

Quanto tempo dura a integração temporal?

A integração temporal dá ao usuário o prazo de duas horas corridas para utilizar diferentes meios de transporte pagando uma só tarifa. Após esse período, uma segunda tarifa será debitada.

Bilhete vale apenas para o sistema integrado

O Bilhete Único não contempla a integração universal do transporte, ou seja, não dá suporte aos ônibus fora do Sistema Estrutural Integrado (SEI), que conecta linhas de ônibus às estações de metrô. Ao todo, há 26 terminais SEI na região metropolitana. Linhas que fazem integração fora dos terminais integrados são contempladas, porém, de forma excepcional. As linhas de ônibus convencionais não têm acesso ao benefício.

Por exemplo, um morador de Paulista poderá pegar o 1909 – T.I Pelópidas/Joana Bezerra e um outro ônibus ou metrô, dentro do prazo de duas horas, com apenas uma tarifa paga no valor de R$ 4,10. O mesmo acontece com a linha 710 – Beberibe/Derby (Joana Bezerra), que não está vinculada ao SEI, mas tem parada fora da integração da Joana Bezerra. Por outro lado, um usuário que pegar a linha 1409 – Curado I/Barra de Jangada, que tem parada paralela ao Terminal Integrado (TI) de Prazeres, terá que pagar uma segunda tarifa se precisar pegar ônibus ou metrô no TI.

Quais os anéis em vigor?

Anel A – R$ 4,10
Anel G – R$ 2,70
Opcionais – Não sofreram reajuste e custam entre R$ 5,15 e R$ 20,05

Saiba quais são as linhas opcionais

041 – Setúbal (Opcional) – R$ 5,15
064 – Piedade (Opcional) – R$ 7,70
072 – Candeias (Opcional) – R$ 7,70
160 – Gaibu/Barra de Jangada (Via Paiva) – R$ 7,70
214 – UR-02/Ibura (Opcional) – R$ 7,70
224 – UR-11 (Opcional) – R$ 7,70
229 – Marcos Freire (Opcional) – R$ 7,70
342 – Curados (Opcional) – R$ 7,70
191 – Recife/Porto de Galinhas (Sem ar condicionado) – R$ 13,70
195 – Recife/Porto de Galinhas (Opcional) – R$ 20,05

Linhas que passarão a ser Anel A (e que antes eram Anel B)

1903 – Araçoiaba/Ti Igarassu
1905 – Ti Igarassu/Ti Abreu E Lima
1906 – Ti Pelópidas/Ti Macaxeira
1912 – Caetés I/Ti Abreu E Lima
1917 -Caetés Ii/Ti Abreu E Lima
1918 – Ti Igarassu (Circular)
1922 – Pau Amarelo/Ti Pelópidas
1928 – Maranguape Ii (Bacurau)
1929 – Alameda Paulista/Rio Doce (Maranguape)
1931 – Jardim Paulista Baixo/Ti Pelópidas
1932 – Jardim Paulista Alto/Ti Pelópidas
1933 – Ti Abreu E Lima/Ti Pelópidas
1934 – Arthur Lundgren I/Ti Pelópidas
1935 – Paratibe/Ti Pelópidas
1936 – Mirueira Bacurau
1940 – Ti Pe 15 (Olinda)
1941 – Arthur Lundgren Ii/Ti Pelópidas
1943 – Mirueira/Ti Pelópidas
1944 – Loteamento Conceição/Ti Pelópidas
1945 – Jaguarana (Alameda)/Ti Pelópidas
1952 – Maranguape I/Ti Pelópidas
1953 – Maranguape Ii/Ti Pelópidas
1955 – Engenho Maranguape/Ti Pelópidas
1956 – Igarassu (Bacurau)
1957 – Caetés I (Bacurau)
1958 – Costa Azul / Ti Pelópidas
1960 – Maria Farinha/Casa Caiada
1964 – Ti Igarassu/Ti Macaxeira
1966 – Rio Doce (Circular)
1967 – Ti Igarassu (Dantas Barreto)
1968 – Ilha De Itamaracá /Ti Igarassu
1969 – Itapissuma/Ti Igarassu
1978 – Loteamento Conceição (Ti Rio Doce)/Pe22
1981 – Rio Doce (Cde Boa Vista)
1982 – Conjunto Beira Mar/Derby
1983 – Rio Doce (Princesa Isabel)
1984 – Loteamento Bonfim /Ti Abreu E Lima
1985 – Rio Doce (Bacurau)
1986 – Ti Rio Doce/Ti Pe 15
1987 – Rio Doce (Principe)
1988 – Desterro / Ti Abreu E Lima
1989 – Loteamento Planalto/Ti Abreu E Lima
1992 – Pau Amarelo
1993 – Conjunto Praia Do Janga
1994 – Conjunto Beira Mar
1995 – Pau Amarelo (Bacurau)
1998 – Caetés Iii/Ti Abreu E Lima
071 – Candeias
073 – Candeias (Bacurau)
258 – Moreno (Bacurau)
290 – Bonança /Jaboatão
910 – Piedade/Ti Rio Doce
902 – Ti Macaxeira/Mirueira
948 – Arthur Lundgreen Ii/Macaxeira
129 – Paiva/Ti Cabo
139 – Ti Cabo/Ti Cajueiro Seco
157 – Gaibu/Ti Cabo
158 – Garapú/Ti Cabo
159 – Charneca/Ti Cabo
181 – Cabo(Cohab)/Ti Cajueiro Seco
184 – Cabo (Bacurau)
185 – Ti Cabo
172 – Marcos Freire (Bacurau)
178 – Porto De Suape / Ti Cabo
196 – Nossa Senhora Do Ó/Ti Cabo
198 – Ipojuca/Ti Cabo
199 – Camela/Ti Cabo
2463 – Araçoiaba/Ti Camaragibe
2920 – Ti Rio Doce/Ti Cdu
2930 – Ti Rio Doce/Dois Irmãos

LeiaJá também: O que esperar do Bilhete Único no Grande Recife?