Traga a vasilha: Boticário testa venda a granel de perfumes

Além de contribuir diretamente com a destinação correta dos resíduos, o participante também ganha 20% de desconto na compra

Traga a vasilha: Boticário testa venda a granel de perfumes

Aparelho instalado no Barra Shopping. Foto: Divulgação

O Boticário iniciou um projeto-piloto de venda a granel de um dos clássicos do portfólio de perfumaria feminina, o Floratta Blue. A ação ocorre até maio de 2024, na unidade do Barra Shopping, localizada no Rio de Janeiro.

A ideia é que o consumidor faça sua parte na cadeia de logística reversa, levando uma embalagem vazia de qualquer fragrância do Boticário. Na loja, ele pode escolher entre as volumetrias de 50ml e 75ml de Floratta Blue, que será abastecida na hora em um novo frasco, enquanto o item trazido será direcionado para reciclagem.

Além de contribuir diretamente com a destinação correta dos resíduos, o participante também ganha 20% de desconto na compra.

A substituição da embalagem do consumidor por uma nova ocorre, pois, de acordo com legislação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não é permitido usar a mesma embalagem trazida pelo consumidor para refilar o conteúdo.

“Estamos sempre em busca de novas soluções, já que a agenda de ESG faz parte do nosso DNA de ponta a ponta: do desenvolvimento de uma formulação à logística reversa. O projeto de perfumaria a granel, utilizando uma tecnologia pioneira no mercado nacional e em toda a América Latina, é uma aposta inovadora e alinhada ao nosso compromisso de redução de impacto socioambiental, neste caso, acerca da perfumaria – que representa nossa principal categoria de produtos”, explica Gustavo Dieamant, Diretor Executivo de P&D do Grupo Boticário.

Projeto pode ser expandido se der certo

A demanda e performance da estação de fracionamento de Floratta Blue servirão como base para futuras ações da marca que, após os seis meses de execução, vai avaliar a expansão do projeto para outras cidades do Brasil e ampliação do portfólio de fragrâncias disponíveis neste formato.

Destino das embalagens devolvidas

As embalagens recolhidas na loja do Barra Shopping passarão por um processo de trituração e serão destinadas às cooperativas. Dessa forma, podem ser reaproveitadas pela marca para diversos fins, como a produção de mobiliários e decorações para lojas ou até mesmo construção de lojas sustentáveis.

A iniciativa visa contribuir para uma dinâmica que incentiva a devolução das embalagens usadas para reciclagem e é um dos principais compromissos assumidos pelo Boticário: mapear e solucionar 150% de todo o resíduo sólido gerado pela própria cadeia até 2030.

“Esse projeto-piloto faz parte da nossa missão como marca: aplicar, na prática, os 3Rs da sustentabilidade: reduzir, reutilizar e reciclar. Além de ser motivador para o consumidor, nós conseguimos fazer a destinação correta do resíduo para a reciclagem que, nesse caso, é o vidro – um material que na maioria das vezes não é coletado da maneira correta”, acrescenta Gustavo.

Leve seu vidro vazio

A redução de impacto por meio do uso dos refis é um tema tratado de forma consistente há décadas, por isso, para além da ação, o Boticário disponibiliza estações de devolução de qualquer embalagem usada para a reciclagem em suas lojas, buscando um consumo ecológico desde a compra até o ciclo final do recipiente.

“O frasco e as válvulas são componentes 100% recicláveis, mas no Brasil, este processo de reciclagem não costuma ser realizado pelas cooperativas brasileiras, devido à dificuldade de separação dos materiais que os compõem. Com a devolução da embalagem vazia, conseguimos dar continuidade no ciclo de reciclagem e a reutilização de materiais descartados mediante ao engajamento do consumidor na ação”, finaliza o executivo.

Com informações da assessoria