SP: Chuva faz São Sebastião acionar sirene de evacuação

De acordo com a Defesa Civil, as pessoas que vivem no local devem sair de suas casas em razão do risco de deslizamento e inundação na região

Os fortes temporais que atingem São Sebastião, litoral norte de São Paulo, fizeram a Defesa Civil municipal acionar na noite da quarta-feira (24) a sirene de evacuação para a comunidade Vila Sahy, na costa sul da cidade. De acordo com o órgão, as pessoas que vivem no local devem sair de suas casas em razão do risco de deslizamento e inundação na região.

Autoridades sinalizaram na quarta que o acumulado das chuvas nas 72 horas seguintes pode chegar a 150 mm – nas últimas 72 horas, o registrado foi de 100 mm.

Foi o primeiro alerta do tipo emitido em São Sebastião, que há menos de um ano, no feriado de Carnaval, sofreu com os estragos provocados por um temporal de força extrema – 626 mm (um milímetro de chuva equivale a um litro de água por metro quadrado).

Na ocasião, 64 pessoas que estavam na cidade durante os temporais morreram. Muitas ficaram desabrigadas e outras ainda ficaram desaparecidas, embaixo dos escombros das casas levadas pelos deslizamentos de terra.

A Vila Sahy, a mesma a receber o alerta de evacuação nesta quarta, foi uma das áreas mais afetadas pelos temporais daquela época.

“Risco alto de deslizamento e inundação. Existe probabilidade muito alta de ocorrência do fenômeno alertado e com potencial para causar grande impacto na população”, alertou a Defesa Civil de São Sebastião nas redes sociais sobre as chuvas previstas que devem atingir o município nas próximas horas.

Moradores da cidade registraram o momento em que a sirene de evacuação foi acionada, por volta das 20 horas. As pessoas estão sendo orientadas a se instalarem na Escola Municipal Henrique Tavares de Jesus, ponto de abrigo definido pela Defesa Civil localizado na Avenida Adelino Tavares, 301. O alerta vale para moradores da Vila Sahy, e não para toda a população da cidade.

A Defesa Civil do Estado emitiu um alerta na noite desta quarta para fortes chuvas que devem atingir o litoral de São Paulo entre quinta, 25, e sábado, 27. O órgão destaca as regiões da Baixada Santista, Vale do Ribeira e Litoral Norte como principais pontos que podem ser atingidos pelas precipitações.

“Na Baixada Santista, a chuva acumulada nos três dias pode chegar a 220 mm. No Vale do Ribeira, os registros devem ser de até 180mm. No Litoral Norte, os acumulados podem atingir 150 mm. Já outras regiões da faixa do leste do estado terão possibilidade de chuva moderada, com acumulados que variam entre 60 mm a 100 mm.”, informou a Defesa Civil.

Os temporais serão formados em decorrência da atuação de áreas instabilidade atmosférica que trarão umidade do oceano, o que cria condição para pancadas de chuva. As previsões para São Paulo e Região Metropolitana, Vale do Ribeira e interior do Estado também são de temporais, mas com acumulados que devem variar de 60mm e 100mm.

“Com a previsão de grandes volumes acumulados no final de semana, especialmente no Litoral Paulista, a Defesa Civil do Estado recomenda atenção redobrada em áreas urbanas mais vulneráveis. Devido ao encharcamento do solo, haverá risco de deslizamentos, desabamentos, alagamentos, enchentes e ocorrências relacionadas a descargas elétricas e vento forte”, destacou o órgão.