Ramaswamy, pré-candidato republicano, suspende candidatura

Durante a campanha, ele criticou seus oponentes, mas elogiou Trump como ‘o melhor presidente do século XXI’

O empresário de biotecnologia e pré-candidato republicano a Casa Branca nos EUA, Vivek Ramaswamy disse nesta segunda-feira (15) que está suspendendo sua campanha presidencial de 2024 e desistindo da disputa após um resultado decepcionante nos caucus de Iowa. Ramaswawy está pedindo um voto para Donald Trump, o vencedor das primárias republicanas no Estado.

“Vamos suspender esta campanha presidencial”, disse Ramaswamy, que obteve cerca de 7% dos votos conforme os resultados provisórios. “Liguei para Donald Trump para lhe dizer que o parabenizo por sua vitória e que, de agora em diante, ele terá meu total apoio para a presidência”, acrescentou. “Não há caminho para que eu seja o próximo presidente, pois não há coisas que não queremos que aconteçam neste país”, afirmou.

Durante a campanha, ele criticou seus oponentes, mas elogiou Trump como “o melhor presidente do século XXI”. Ele argumentou, porém, que os republicanos deveriam optar por “pernas novas” e “levar nossa agenda America First para o próximo nível”.

A abordagem, incluindo seu apelo à “revolução”, colocou Ramaswamy no meio dos candidatos que disputam para superar Trump – ou pelo menos se tornar uma alternativa viável.

O rico político outsider também modelou sua própria candidatura conforme a candidatura de Trump, fazendo campanha como um populista de fala rápida e que agarra as manchetes, que implacavelmente cutuca os oponentes.

Sua decisão de desistir, no entanto, torna-se a mais recente confirmação de que o ex-presidente, mesmo aos 77 anos e sob várias acusações criminais, ainda domina a política republicana e continua sendo o favorito esmagador para ganhar a indicação do Partido Republicano pela terceira vez consecutiva. (Com agências internacionais).