Israel pode ampliar operações militares no sul de Gaza

Caso a ofensiva seja ampliada no sul, isso pode agravar uma crise humanitária já delicada no enclave

Forças israelenses lançaram panfletos advertindo os palestinos para que deixem o sul da Faixa de Gaza, afirmaram moradores nesta quinta-feira (16). O fato aponta para uma possível expansão das operações em zonas com centenas de milhares de pessoas, as quais seguiram ordens anteriores de deixar suas casas e refúgios administrados pela Organização das Nações Unidas.

Enquanto isso, os soldados de Israel seguiam com uma operação no hospital de Shifa, no norte, desde a manhã da quarta-feira (15), mas não haviam ainda descoberto provas de um centro de comando do Hamas que, segundo os israelenses, se ocultava sob o complexo. O Hamas e o pessoal do hospital, o maior do território, negavam as acusações.

Caso a ofensiva seja ampliada no sul, isso pode agravar uma crise humanitária já delicada no enclave. Cerca de 1,5 milhão de pessoas tiveram de se deslocar de suas casas dentro da Faixa de Gaza, a maioria para o sul, onde já há falta de comida, água e eletricidade. Fonte: Associated Press.