Padre Airton ganha prisão domiciliar e usa tornozeleira

O religioso de 67 anos é réu em acusações de estupro e crimes sexuais contra fiéis

Padre Airton ganha prisão domiciliar e usa tornozeleira

Réu em dois casos de estupro e outros crimes sexuais contra fiéis, o padre Airton Freire, ex-presidente da Fundação Terra, em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, recebeu o benefício da prisão domiciliar do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), na manhã dessa quinta (24). 

Preso preventivamente no dia 14 de julho, o religioso de 67 anos ficou apenas 8 dias custodiado. Após sofrer um pico de hipertensão dentro da cela, padre Airton foi socorrido para o Hospital Memorial Arcoverde e depois foi transferido ao Hospital Real Português, onde segue internado depois de realizar duas cirurgias: uma de troca da válvula aórtica e outra para implementar um marca-passo. 

Na decisão da Justiça, dois dos três desembargadores de Caruaru acataram o pedido de habeas corpus da defesa, que alegou os riscos à saúde do acusado dentro do sistema prisional. 

LeiaJá também:

–> Padre Airton Freire se torna réu da Justiça

–> Polícia prende suspeito em investigação sobre Padre Airton

–> Padre Airton Freire está preso em cela isolada