Greve: Sindmetro diz que não foi notificado pela Justiça

A Justiça do Trabalho determinou que 60% da operação do metrô fosse mantida nos horários de pico. Os metroviários estão em greve e a capacidade mínima não foi atendida nesta sexta

Greve: Sindmetro diz que não foi notificado pela Justiça

O presidente do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE), Luiz Soares, disse que não foi notificado pela Justiça do Trabalho sobre a decisão de manter 60% do serviço nos horários de pico. Nesta sexta (4), segundo dia da greve dos funcionários do metrô do Recife, as estações amanheceram fechadas. 

“Nós não recebemos nenhuma notificação por parte da Justiça. Quando chegar essa notificação a gente vai analisar e ver as possibilidades. Por enquanto, tudo parado”, apontou o líder da categoria. “A gente quer fazer o sistema funcionar, mas da forma que está não tem condições”, continuou.   

O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6) havia determinado que 60% da operação do metrô fosse mantida entre 5h30 e 8h30 e das 17h30 às 19h30, com 40% da capacidade nos outros períodos. A multa diária de R$ 60 mil foi fixada em caso de descumprimento.  

Soares confirmou que o sistema não opera nesta manhã. “Estou agora no Centro de Manutenção, onde não tem ninguém. Já passei pelas estações de Recife e tudo parado, nenhuma composição rodando, quer dizer, houve uma adesão por parte da categoria”, reiterou. 

Justiça reúne CBTU e sindicato nesta sexta

A paralisação do metrô pode chegar ao fim na tarde desta sexta com a nova audiência de conciliação com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), agendada às 15h, na sede do TRT-6, no Cais do Apolo, área central do Recife. 

 “Espero que a empresa trate as coisas com responsabilidade dessa vez e que ela possa trazer uma proposta de fato para a gente, que atenda aos interesses da categoria”, apontou Soares. 

Um protesto na Estação Recife, também na área central da capital, é convocado pelo sindicato às 14h, seguido por uma passeata até a frente do TRT-6. A previsão é que, após a reunião, o grupo volta a estação para repassar o resultado da audiência em uma assembleia. 

Na última discussão entre as partes, o Sindmetro-PE aponta que a empresa sequer levou proposta ao debate. “Não avançou em nada. A gente que apresentou uma proposta, para que a gente pudesse negociar e infelizmente ela não trouxe nenhuma proposta, mais uma vez”, reclamou. 

LeiaJá também 

–> ‘Demanda dos terminais aumenta com greve do metrô’ 

–> ‘Esquema de ônibus é montado para aliviar greve do metrô’