Japão registra declínio de população

Já o número de residentes estrangeiros atingiu recorde de alta

A população do Japão reduziu em todas as 47 províncias pela primeira vez, enquanto o número de residentes estrangeiros atingiu recorde de alta, chegando a quase 3 milhões de pessoas, segundo dados divulgados pelo governo japonês.

A população de cidadãos japoneses caiu cerca de 800 mil pessoas, ou 0,65%, em 2022 ante 2021, para 122,4 milhões de pessoas. A queda foi a 14ª consecutiva, segundo dados do Ministério de Assuntos Internos e Comunicações com base nos registros de residência de 1º de janeiro. Os residentes estrangeiros agora representam cerca de 2,4% da população do Japão, disse o ministério.

Depois de atingir o pico em 2008, a população do Japão encolheu continuamente devido ao declínio da taxa de natalidade. O país registrou uma baixa recorde de 771.801 nascimentos em 2022.

O primeiro-ministro Fumio Kishida definiu o combate ao declínio da natalidade como um de seus principais objetivos políticos e prometeu garantir um financiamento anual de cerca de 3,5 trilhões de ienes (US$ 25,2 bilhões) nos próximos três anos para um novo pacote de cuidados infantis, que inclui nascimento e criação de crianças. Fonte: Associated Press.