Bares e restaurantes esperam faturar mais no Dia da Mães

Associação do setor aponta otimismo entre quase 80% dos empresários

Bares e restaurantes esperam faturar mais no Dia da Mães

Pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) mostra que 79% dos empresários do setor estão otimistas em relação ao Dia das Mães e esperam faturamento maior na data em relação ao ano passado. O levantamento ouviu, de 25 de abril a 7 de maio, 1.815 donos de estabelecimentos de todos os portes em todos os estados. 

Para 11% dos entrevistados, a expectativa é de que o faturamento cresça até 5%; 19% esperam aumento de 6% a 10%; 17% afirmaram que a elevação será de 11% a 20%; 13% têm expectativa de crescimento de 21% a 30%; e 19% esperam aumento acima de 30%. 

Já para 14% das empresas consultadas, o faturamento não deve apresentar alteração em relação ao ano anterior. Os que esperam queda nas vendas são 7%.

“O Dia das Mães é uma das duas datas mais importantes para o nosso setor, junto com o Dia dos Namorados. O otimismo é grande em aumentar o faturamento, mas com os pés no chão, tanto que mais da metade de quem espera aumento diz que será de até 20%. Ainda estamos em uma situação crítica, com muitos estabelecimentos operando sem lucro mês após mês”, destacou, em nota, o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci. 

Desempenho em março

A pesquisa mediu também a situação em relação ao desempenho no mês de março: 27% dos empresários do setor disseram ter tido prejuízo no terceiro mês do ano. O índice é 3% menor do que o registrado em fevereiro. Os negócios registraram lucro em 37% dos estabelecimentos, e 36% afirmaram que não tiveram lucro nem prejuízo. 

O levantamento detectou ainda um pequeno crescimento no número de empresas com dívidas em atraso: em março, esse índice foi de 41% contra 40% no mês anterior. A maioria dos bares e restaurantes que tem dívidas possui atrasos em relação a impostos federais: 76%.