Pré-Black Friday tem alta de 8% no faturamento ante 2021

Dentre os itens com maiores altas estão alimentos, em especial, a carne

Pré-Black Friday tem alta de 8% no faturamento ante 2021

O faturamento bruto no e-commerce nos sete dias anteriores à Black Friday totalizaram registraram crescimento nominal de 8% em relação ao mesmo período de 2021, de acordo com as informações da NielsenIQEbit. Dentre os itens com maiores altas estão alimentos, em especial, a carne.

O período teve dois destaques, segundo o levantamento. O primeiro foi o aumento de 24% nos pedidos da cesta de Alimentos e Bebidas entre os dias 18 e 23, impulsionado pelas categorias de bebidas não alcoólicas, carnes, padaria/confeitaria e frios. O segundo foi o desempenho das categorias Games e Eletrônicos, que emplacaram o maior crescimento em faturamento bruto na comparação com o mesmo período de 2021, com altas de 47,9% e 42,5%, respectivamente.

Aumento de 44% na venda de carne

O resultado de carnes chamou a atenção neste período de aquecimento para a Black Friday, com alta de 44% nas vendas brutas e 163% no número de pedidos. Na sequência aparecem produtos de padaria/confeitaria com crescimento de 25% em vendas e 105% em pedidos. Além disso, os frios também tiveram destaque, com 18% de alta em vendas e 35% em pedidos.

“Os primeiros números desse período pré-Black Friday mostram a consolidação de uma tendência de que novembro se tornou um mês inteiro de preços competitivos, não apenas concentrados na Black Friday de fato”, afirmou o head de e-commerce de NielsenIQ Ebit, Marcelo Osanai.

O crescimento no faturamento bruto de 42,5% na categoria de Eletrônicos foi impulsionado pelas vendas de televisão, telefones celulares e smartphones. “Essas categorias são sinônimos de Black Friday. Mas vale destacar que, com a Copa do Mundo, os consumidores aproveitam para renovar suas TVs para assistir os jogos”, afirmou Osanai.