Atentado em mesquita deixa mortos e feridos no Irã

As autoridades consideraram o incidente um ataque terrorista, supostamente executado por um radical sunita

qua, 26 /10/2022 - 17:33
Public Domain Public Domain

Um homem armado abriu fogo nesta quarta-feira 26, em um importante local sagrado xiita na cidade de Shiraz, no sul do Irã, matando pelo menos 15 pessoas e ferindo outras dezenas, segundo a mídia estatal iraniana. As autoridades consideraram o incidente um ataque terrorista, supostamente executado por um radical sunita.

O site oficial do judiciário dizia que dois homens armados haviam sido presos e um terceiro estaria foragido após o ataque à mesquita Shah Cheragh. Em declaração divulgada posteriormente, no entanto, o chefe do Judiciário local, Kazem Mousavi, esclareceu que o ataque foi cometido por um único homem armado. "Um único terrorista está envolvido neste ataque", afirmou.

A agência de notícias estatal Irna reportou inicialmente 9 mortos, mas atualizou o número para 15. De acordo com a TV estatal iraniana, 40 pessoas ficaram feridlheres.

Os 40 dias de óbito, na tradição xiita, marca o fim do período de luto. De acordo com ativistas dos direitos humanos, as forças de segurança advertiram os pais da jovem a não organizar nenhuma cerimônia, nem mesmo diante do túmulo, e ameaçaram o filho do casal.

Ainda assim, mais de 10 mil pessoas se uniram em uma procissão ao cemitério onde Amini está enterrada e protestos foram relatos em várias cidades do Curdistão iraniano. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

COMENTÁRIOS dos leitores