Nove migrantes morrem ao cruzar a fronteira EUA-México

O Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) confirmou 37 pessoas resgatadas

sab, 03/09/2022 - 11:23
CHANDAN KHANNA Um migrante atravessa o Rio Grande do México para os Estados Unidos à noite em Eagle Pass, no estado do Texas, em 30 de junho de 2022 CHANDAN KHANNA

Pelo menos nove imigrantes morreram afogados e dezenas foram resgatados da água depois de tentarem cruzar o Rio Grande do México para os Estados Unidos, disseram autoridades na sexta-feira.

O Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) dos Estados Unidos disse em comunicado à AFP que os afogamentos ocorreram na quinta-feira (1º), quando um grande grupo tentou atravessar o Rio Grande perto de Eagle Pass, no estado do Texas.

O CBP confirmou 37 pessoas resgatadas, mas encontraram os corpos de nove migrantes, três pelas autoridades mexicanas e seis pelos agentes americanos.

Um total de 53 migrantes foram detidos no lado americano e 39 no lado mexicano do rio.

Nenhuma informação foi fornecida sobre as idades ou nacionalidades dos migrantes.

"A busca continua por outras vítimas em potencial", alertou o escritório.

Um funcionário do CBP disse ao The Washington Post que o afogamento em massa parecia ser o pior em anos no Rio Grande.

Quase 50.000 imigrantes foram presos em Eagle Pass no mês passado, segundo dados do governo.

O chefe dos bombeiros da cidade, Manuel Mello, disse ao The New York Times que os migrantes foram arrastados por fortes correntes a 1,6 km ao sul da Ponte Internacional que liga Eagle Pass a Piedras Negras, no México.

Mello indicou que os afogamentos se tornaram frequentes na região, chegando a ocorrer um por dia.

As recentes mortes em massa de migrantes colocaram em evidência as perigosas jornadas que centenas de milhares fazem todos os anos tentando chegar aos Estados Unidos a partir do México.

Em junho, mais de 50 pessoas morreram sufocadas após serem deixadas em um caminhão em San Antonio, Texas.

COMENTÁRIOS dos leitores