Pernambuco traça ações após vestígios de óleo em 6 praias

O Comitê de Monitoramento articulou medidas preventivas para um eventual novo desastre ambiental

Pernambuco traça ações após vestígios de óleo em 6 praias

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas-PE) se reuniu com o Comitê de Monitoramento, nessa segunda-feira (29), para traçar ações na contenção das manchas de óleo nas praias do estado. Após três anos da tragédia ambiental na costa brasileira, resíduos voltaram a aparecer em seis cidades do litoral de Pernambuco. 

LeiaJá também: Óleo visto nas praias de Pernambuco aparece na Paraíba

A reunião na sede da Companhia Pernambucana do Meio Ambiente (CPRH) contou com a participaram do O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Capitania dos Portos, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Conforme a Semas-PE, foram definidas as seguintes medidas: 

1. Ampliação das equipes de monitoramento já nessa segunda (29); 

2. Provisão de estrutura para a eventual necessidade de contenção de manchas óleo, com mantas e barreiras; 

3. Reforço no estoque de EPIs; 

4. Reunião com os municípios litorâneos para reforçar as orientações de limpeza das praias (coleta e destinação correta dos resíduos); 

5. Reforço na comunicação dos informes de utilidade pública e do telefone de emergência ambiental da CPRH: (81) 99488-4453.  

Uma nova reunião do Comitê de Monitoramento foi marcada para esta quinta (1º). Até o momento, vestígios de óleo foram encontrados nos municípios de Paulista, Tamandaré, São José da Coroa Grande, Goiana, Jaboatão dos Guararapes e Recife.

As amostras do material foram enviadas para análise no Laboratório de Compostos Orgânicos em Ecossistemas Costeiros e Marinhos (OrganoMAR), da UFPE. Parte do resíduo recolhido pela Marinha foi levado para o Instituto de Estudos Almirante Paulo Moreira (IEAPM).