SP: Sindicato relata 250 casos de Covid no Banco do Brasil

Em todo o setor, a entidade recebeu relatos de 500 casos

sex, 14/01/2022 - 13:25
Pedro França/Agência Senado Profissional de saúde realiza teste de coronavirus Pedro França/Agência Senado

Com base em levantamento fechado na tarde da quinta-feira (13), o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região afirma que mais de 250 funcionários do Banco do Brasil na capital paulista e nas outras 16 cidades atendidas pela entidade foram diagnosticados com Covid-19 na última semana. Em todo o setor, a entidade recebeu relatos de 500 casos.

De acordo com o sindicato, os contágios teriam ocorrido por descumprimento de protocolos sanitários por parte do banco. Ainda segundo a entidade, esse descumprimento veio após uma mudança do manual para o trabalho presencial pela instituição, que não teria sido discutida com os funcionários.

Um terço dos diagnósticos de Covid-19 teria ocorrido entre os empregados do BB que trabalham no Centro Empresarial São Paulo, na Zona Sul da capital paulista. No local, funcionam áreas administrativas do banco, e também estão instaladas equipes dedicadas ao atendimento digital.

De acordo com a entidade sindical, o BB alterou o item do manual que previa o encerramento do expediente em locais onde um funcionário diagnosticado com a covid estivesse estado nas 72 horas anteriores.

Uma audiência de mediação entre o banco e o sindicato foi realizada na quarta (12), mas segundo a secretária-geral da entidade, Neiva Ribeiro, não houve acordo. Uma nova negociação acontecerá no próximo dia 27, segundo ela.

Em nota, o BB afirma que atualizou o manual para o trabalho presencial "após o recente movimento de retorno ao trabalho presencial em prédios administrativos". O manual segue direcionamentos do Ministério da Saúde e de demais autoridades sanitárias sobre o tema, diz o BB.

De acordo com o banco, o texto passou a refletir o porte das dependências nos procedimentos. "Assim, ao manter atualizados os procedimentos em relação à pandemia de Covid-19, o Banco do Brasil reafirma seu compromisso com a saúde dos funcionários", disse a instituição.

O BB não comentou o número de casos informado pelo sindicato.

COMENTÁRIOS dos leitores